Morre o francês dos “três rostos”; Jérôme Hamon era “um lutador incrível”

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Jérôme Hamon, o primeiro homem a passar por dois transplantes faciais e mundialmente conhecido por ter “três rostos”, faleceu em 16 de abril, aos 49 anos, seis anos após sua última cirurgia.

A notícia foi anunciada pelo médico de Jérôme, e amigo próximo da família, Franck Zal, ao jornal Le Télégramme. Segundo Franck Zal, Jérôme estava hospitalizado e “exausto”, destacando toda a “força” que ele demonstrou ao longo de sua vida de sofrimento.

Jérôme sofria de uma rara doença genética chamada neurofibromatose tipo 1, que deformava seu rosto. Em 2010, ele passou pelo primeiro transplante, que inicialmente teve sucesso. No entanto, em 2015, após uma gripe, foi tratado com um antibiótico incompatível com os medicamentos imunossupressores que os transplantados devem tomar, resultando em sinais de rejeição e deformação facial novamente.

Um ano depois, os médicos decidiram realizar um segundo transplante devido à necrose em seu rosto. Antes da segunda cirurgia, Jérôme passou dois meses “sem rosto” na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Georges Pompidou, em Paris, onde ambas as operações foram realizadas.

O doador que possibilitou o segundo transplante foi um jovem de 22 anos que faleceu na França. “Seu sonho era voltar a trabalhar. Ele amava livros, mas estava cansado. Nunca mais pôde trabalhar [depois do transplante de 2018]”, disse Franck Zal, destacando que Jérôme foi um “lutador incrível” até o fim.
 
 

Leia Também: Bebê dada como morta ‘ressuscita’ no funeral, mas morre uma semana depois

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Míssil que transportava satélite espião da Coreia do Norte explode no ar

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O míssil lançado pela Coreia do Norte em direção ao Japão explodiu no ar. Governo norte-coreano diz que o lançamento do satélite "falhou" após um defeito no motor do foguete. Imagens da rede japonesa NHK mostram o projétil em chamas no nordeste da China. Míssil explodiu minutos após o lançamento.

Israel prossegue com ofensiva e envia tanques ao centro de Rafah

Bombardeios israel enses em Rafah mataram pelo menos 21 civis palestinos nesta terça-feira (28), segundo dados do ministério da Saúde de Gaza, que é controlado pelo grupo terrorista Hamas. Os bombardeios ocorrem em meio a intensos combates na cidade do sul do enclave palestino. Uma operação militar israel ense realizada no inicio de maio fez com que quase um milhão de civis palestinos fugissem de Rafah, cidade que abrigou muitos palestinos nos últimos meses da guerra por conta dos combates no norte e no centro de

Espanha, Irlanda e Noruega reconhecem oficialmente Estado da Palestina

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Espanha, Irlanda e Noruega reconheceram oficialmente, nesta terça-feira (28) o Estado da Palestina, quase uma semana depois de anunciar conjuntamente a decisão, que provocou uma crise dos países europeus com Israel. A medida foi encabeçada pelo governo da Espanha, cujo primeiro-ministro, o socialista Pedro Sánchez, é um dos líderes mais