Mulher é morta a tiros na porta de casa ao tentar defender alvo de ataque

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Uma mulher foi morta a tiros na porta de casa na noite de sexta-feira (12), em Capim Grosso, na Bahia, a 277km de Salvador, ao tentar proteger uma pessoa dos disparos de arma de fogo.

 

De acordo com o site FR Notícias, da cidade de Capim Grosso, o crime aconteceu próximo à Avenida Senhor dos Passos, por volta das 19h.

 

Populares relataram ao site que os criminosos tinham outro alvo, mas a mulher, identificada como Erica, acabou entrando na frente e sendo atingida.

 

O SAMU chegou a ser acionado para prestar socorro, porém, ao chegar ao local encontrou a vítima já sem vida.

 

O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Capim Grosso.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Salvador triplica geração de empregos em 2024: 21,5 mil novas vagas

Salvador está fazendo grandes avanços na criação de empregos, registrando um notável aumento de 21.538 novos postos de trabalho em 2024, conforme revelam os dados recentes do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (29). Esse número representa um triplo em comparação ao mesmo período do ano anterior, quando foram geradas 6.446

Operação policial em Lauro de Freitas resulta na prisão de suspeitos de tráfico

Políciais Militar da 81ª Companhia Independente deteve, na noite de quarta-feira (29), dois indivíduos suspeitos de estarem envolvidos com o tráfico de drogas, na área de Itinga, situada no município de Lauro de Freitas.   Os oficiais estavam realizando um patrulhamento ostensivo quando avistaram dois homens que, ao notarem a presença da polícia, tentaram fugir

Mãe e irmão de Djidja Cardoso são presos em Manaus

Cleusimar Cardoso e Ademar Cardoso, mãe e irmão da ex-sinhazinha do Boi Garantido, Djidja Cardoso, que faleceu nesta semana, tiveram a prisão preventiva decretada pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e foram detidos nesta quinta-feira (30/5), em Manaus. Além dos familiares, três funcionários do salão de beleza Belle Femme, que Djidja era sócia, também