Mulher fica à beira da morte ao tratar câncer com sucos

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Uma mulher de 39 anos quase perdeu a vida a tentar curar um câncer através de uma dieta à base de sucos e de terapias holísticas, alertando, agora, para que os doentes na mesma situação não ignorem os conselhos dos profissionais de saúde da medicina tradicional.

Irena Stoynova, de Crondall, na região britânica de Hampshire, gastou duas mil libras em sucos e passava até três horas por dia preparando refeições líquidas por acreditar que a curariam do linfoma não Hodgkin com que foi diagnosticada, em junho de 2021.

Naquela época, a mulher ignorou os conselhos dos profissionais de saúde e optou por seguir terapias alternativas, depois de ter visto “relatos da sua taxa de sucesso” na Internet, noticiou a Sky News.

Adotou, assim, uma dieta à base de sucos durante dois anos e meio, tendo também experimentado uma dieta de alimentos crus, jejum intermitente, ervas fervidas e chás especiais.

Irena seguiu os conselhos de um utilizador que tinha centenas de milhares de seguidores nas redes sociais e que defendia que o corpo se conseguia curar a si mesmo através de uma mudança radical de estilo de vida e de dieta.

“Não parei, estava tão fraca. Tive privação de sono e alucinações. Não tinha forças nem para abrir a porta da geladeira. Não conseguia respirar porque tinha líquido nos pulmões. Perdi cerca de 20 quilos por causa da dieta”, contou.

De acordo com os médicos, Irena estava à beira da morte quando foi levada de ambulância para o Hospital Frimley Park, em maio do ano passado. De fato, foi-lhe dito que morreria sem tratamento para o seu câncer, que era de estado III, mas a mulher foi persistente na sua recusa de iniciar um tratamento de quimioterapia.

Ao fim de 10 dias hospitalizada e de conversas “frustrantes”, a mulher aceitou, finalmente, fazer quimioterapia.

“Agora digo às pessoas que os efeitos secundários da quimioterapia são fáceis em comparação com os efeitos secundários que tive com o tratamento holístico. É ótimo ter crenças, se forem corroboradas pela ciência. Por favor, não se desliguem dos médicos. Desliguei-me dos médicos e de tudo relacionado com a medicina convencional e quase perdi a vida”, disse.

Leia Também: Ataques israelitas em Rafah matam 13 pessoas

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Agência da ONU estima mais de 670 mortos por deslizamento em Papua-Nova Guiné

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O deslizamento de terra que atingiu vilarejos ao norte de Papua-Nova Guiné, na Oceania, na última sexta-feira (24) pode ter deixado mais de 670 mortos, afirmou a OIM (Organização Internacional para as Migrações) das Nações Unidas neste domingo (26). A estimativa da agência da ONU (Organização das Nações Unidas) dobra

Hamas afirma ter realizado ataque com foguetes contra Israel

O braço armado do Hamas, as Brigadas al-Qassam, anunciaram, este domingo, o lançamento de uma "enorme onda de foguetes" contra Telaviv, em Israel, quando as forças armadas israelitas faziam soar as sirenes no centro da cidade, alertando para a possibilidade de lançamento de foguetes. As Brigadas al-Qassam, através de um comunicado publicado no seu canal

Brasileiro refém do Hamas é enterrado em Israel

Michel Nisembaum, brasileiro de 59 anos, foi enterrado em Ashkelon, Israel, após desaparecer durante ataque do Hamas. Seu corpo foi encontrado pelo Exército israelense na última sexta-feira (24), juntamente com os corpos de Orión Hernández Radoux e Hanan Yablonka. Segundo o jornal Times of Israel, durante a cerimônia, a filha do brasileiro, Chen, se pronunciou: