Técnico de enfermagem é suspeito de traficar cocaína em hospital de SP

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

São Paulo – Um técnico de enfermagem foi preso após uma investigação conduzida pela Polícia Civil de Itu identificar que ele traficava drogas dentro da Santa Casa da cidade, no interior paulista. Ele foi flagrado com cocaína, em uma mochila, na quinta-feira (11/4). Também há indícios de que ele desviava medicamentos de uso controlado, da farmácia da unidade de saúde.

Uma equipe da Santa Casa desconfiou do comportamento do técnico, cuja identidade não foi divulgada. O Metrópoles apurou que algumas atitudes suspeitas do profissional, que era terceirizado, deixaram os profissionais da unidade de saúde em alerta.

Por isso, uma denúncia foi formalizada à Polícia Civil, que começou a investigar a rotina do homem.

Elo com o tráfico As investigações mostraram que o funcionário terceirizado seria o “principal elo” do tráfico de drogas na região central de Itu e que ele planejava repassar uma carga de drogas na última quinta-feira.

Uma operação foi deflagrada e investigadores montaram campana nas redondezas da unidade de saúde. Eles, então, avistaram o técnico de enfermagem chegando de carro para trabalhar, pela manhã.

O suspeito entrou na unidade. Instantes depois, saiu, pegou uma mochila e, com ela, retornou para a Santa Casa — onde permaneceu até o fim do expediente.

Abordagem e flagrante Quando o técnico saiu da Santa Casa, no fim do dia de trabalho, foi abordado pelos policiais civis.

Na mochila que ele carregava, segundo registros da delegacia de Itu, sete porções “grandes” de cocaína, além de caixas de medicamentos de uso controlado.

No carro do suspeito, ainda de acordo com a polícia, foram localizadas e apreendidas mais 30 porções de cocaína, prontas para venda.

A investigação confirmou com a Santa Casa, por meio dos números de controle de saída, que os remédios apreendidos com o técnico pertenciam à unidade e foram tirados da farmácia “sem autorização”. A suspeita é a de que ele também vendia os medicamentos, sem receita, para terceiros.

O técnico foi indiciado em flagrante por tráfico de drogas e furto qualificado. A defesa dele não foi localizada pelo Metrópoles. O espaço segue aberto para manifestações.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Mãe e irmão de Djidja Cardoso são presos em Manaus

Cleusimar Cardoso e Ademar Cardoso, mãe e irmão da ex-sinhazinha do Boi Garantido, Djidja Cardoso, que faleceu nesta semana, tiveram a prisão preventiva decretada pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e foram detidos nesta quinta-feira (30/5), em Manaus. Além dos familiares, três funcionários do salão de beleza Belle Femme, que Djidja era sócia, também

Em Guanambi, homem com mandado de prisão em aberto é preso

Um homem acusado de receptação foi preso, nesta terça-feira (28), em Guanambi, pelo 17º Batalhão de Polícia Militar. O suspeito possuía um mandado de prisão em aberto. As informações são do site Achei Sudoeste, parceiro do Bahia Notícias.   A Polícia Militar recebeu informações de que um homem teria comprado objetos oriundos de um furto

Stalker: juiz prorroga medidas protetivas contra delegado da PCDF

O Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Águas Claras prorrogou, por mais três meses, as medidas protetivas fixadas contra o ex-delegado-geral da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) Robson Cândido. A decisão é da última terça-feira (28/5). Robson Cândido é acusado de usar a estrutura da PCDF, quando era chefe da