Atleta olímpico da Ucrânia morreu no front da guerra com a Rússia

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto


oleksandr pielieshenko

O levantador de peso ucraniano Oleksandr Pielieshenko, que participou dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, morreu no front, anunciou a Federação Ucraniana de Halterofilismo nesta segunda-feira (6). “É com grande pesar que informamos que o coração do grande atleta ucraniano Oleksandr Pielieshenko parou de bater”, afirmou a Federação no seu comunicado. Pielieshenko, que tinha 30 anos, foi bicampeão europeu (2016, 2017) e ficou em quarto lugar na categoria de até 85 quilos nos Jogos do Rio. O técnico da equipe ucraniana de levantamento de peso, Victor Slobodianiuk, escreveu no Facebook que Pielieshenko “morreu como herói, defendendo a Ucrânia”. Pielieshenko juntou-se às forças armadas ucranianas no início da invasão russa, em fevereiro de 2022, recordou o Comité Olímpico Ucraniano.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Саня Пелешенко (@oleksandr_pielieshenko_)

 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

CBF mantém convocação de Paquetá mesmo com denúncias da Federação Inglesa

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu, nesta quinta-feira (30), pela manutenção da convocação para a seleção brasileira de Lucas Paquetá, apesar do jogador ter sido acusado de quatro violações das regras de apostas do Campeonato Inglês. Em comunicado do presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, informou que após contato por e-mail com a Associação de

Seleção brasileira feminina de vôlei vence Holanda na Liga das Nações

A seleção brasileira feminina de vôlei derrotou a Holanda, por 3 sets a 1, com parciais de 25/17, 20/25, 25/20 e 25/18, nesta quinta-feira (30), em Macau, na China. Foi a sexta vitória consecutiva na Liga das Nações. O Brasil está invicto na competição, depois de quatro vitórias na primeira no Rio de Janeiro, com

Paulinho recebe homenagens em emotivo adeus ao Corinthians

Ao lado dos quatro troféus conquistados na vitoriosa passagem pelo Corinthians, com destaque para a Libertadores e o Mundial de 2012, e com a família presente, o volante Paulinho se despediu do clube nesta quarta-feira (29). O jogador que deu alegrias à torcida recebeu homenagens pelas 219 partidas disputadas e 40 gols anotados e se