Bolsonarista Jorge Seif pede desculpas no Senado por ter ido ao show de Madonna

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O senador Jorge Seif, do PL de Santa Catarina, pediu desculpas por ter ido ao show da cantora Madonna em Copacabana, no Rio de Janeiro, no último sábado (4).

“Quando nós decepcionamos as pessoas e nos conscientizamos de que erramos precisamos fazer algo que é ensinado na bíblia sagrada, que é pedir perdão”, disse no plenário do Senado nesta terça-feira (7).

Ele acrescentou que não estava, ao comparecer ao evento, desrespeitando o povo do Rio Grande do Sul, “nem homenageando questões que não sabíamos que ocorreriam”.

“Quero pedir perdão a todos aqueles que se sentiram entristecidos ou decepcionados por homenagens que foram feitas e que nós, como defensores da família, de valores judaicos-cristãos, não deveríamos participar”, afirmou.

Segundo ele, ao ser eleito, passou a representar parte da população, bem como valores, bandeiras e posições. “No último sábado eu decepcionei o meu eleitorado. Eu fui a um show que não representa alguns valores nossos e as pessoas se sentiram decepcionadas comigo”, disse.

Antes de começar a falar, ele procurou por Damares Alves (Republicanos-DF) e, durante a fala no púlpito, se dirigiu a Cleitinho (Republicanos-MG), ambos bolsonaristas também.

A presença de Seif no show foi criticada por outros políticos da direita, que consideraram o conteúdo da apresentação indecente e o momento inadequado para festividades, dada a tragédia climática no sul do país.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Lula admite não ter base contra pauta de costumes e fará reunião semanal com líderes após derrotas

(FOLHAPRESS) - As derrotas sofridas pelo presidente Lula (PT) na sessão do Congresso Nacional nesta semana ampliaram o diagnóstico do petista e de sua equipe de que o governo não tem base para conseguir vitórias na chamada pauta de costumes defendida pelo bolsonarismo. A avaliação foi feita pelo próprio chefe do Executivo em reunião nesta

Bolsonaro é o padrinho mais rejeitado em SP, diz Datafolha

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente Lula (PT) é um padrinho eleitoral mais eficaz do que o seu antecessor e rival, Jair Bolsonaro (PL), na disputa municipal em São Paulo. A vantagem do petista, contudo, vem caindo desde que o Datafolha passou a apurar o dado. Na capital paulista, Guilherme Boulos (PSOL) é o

TSE mantém condenação do ex-governador Anthony Garotinho por compra de votos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou nesta quarta-feira, 29, um recurso de anulação de condenação apresentado pelo ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (União). Ele é acusado de compra de votos, associação criminosa, supressão de documento e coação de testemunhas durante as eleições municipais de Campos dos Goytacazes (RJ) de 2016. A votação unânime