Primeiro-ministro da Eslováquia é baleado em atentado

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto
primeiro ministro eslovaqui

O primeiro-ministro da Eslováquia, Robert Fico, foi alvo de um atentado nesta quarta-feira (15), após uma reunião de gabinete na cidade de Handlova. Segundo informações da imprensa local, Fico foi baleado e encontra-se hospitalizado. O jornal Dennik N daily relatou que o primeiro-ministro foi escoltado por seus seguranças até um veículo, enquanto um suspeito foi detido pela polícia. Fico está sendo transferido à capital, Bratislava, indicou a diretora do centro médico. “Neste momento, o primeiro-ministro está em condição crítica e sua vida corre perigo, após receber vários disparos em um estado no qual sua vida está em perigo”, indicou o governo em nota, que qualificou o ataque de “tentativa de assassinato”.

 

*Com informações de AFP

 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Putin descarta tomar 2ª maior cidade da Ucrânia agora

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta sexta (17) que suas forças querem estabelecer uma zona tampão no norte da região ucraniana de Kharkiv para proteger a população do sul de seu país, e não tomar "neste momento" a capital regional homônima, segunda maior cidade ucraniana. A frase, de

Exército israelense anuncia que corpos de três reféns foram recuperados em Gaza

O Exército israelense anunciou nesta sexta-feira (17), que suas tropas recuperaram os corpos de três reféns na devastada Faixa de Gaza, e que teriam sido “assassinados” pelos seus sequestradores. Os três reféns que foram sequestrados estavam em uma festa rave, que acontecia no dia dos ataques terroristas do Hamas, em 7 de outubro. “Na noite

Israel diz ter recuperado corpos de mais 3 reféns na Faixa de Gaza

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As forças de Israel recuperaram na noite de quinta-feira (16) mais três corpos de reféns que foram levados por terroristas do Hamas para a Faixa de Gaza, anunciaram nesta sexta (17) autoridades do país. As vítimas teriam sido assassinadas no dia 7 de outubro enquanto tentavam fugir do festival de