SIHS autoriza aumento de vazão da Barragem de Pedras Altas

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

A barragem de Pedras Altas, localizada no rio Itapicuru Mirim, município de Capim Grosso, operada pela Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (CERB), vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), apresentou uma recuperação impressionante nos últimos 3 meses, após o período de chuvas, saindo de 33% da sua capacidade em 22 de março deste ano, para os atuais 99,41%, recebendo nada menos que 23,83 milhões de m³ de água.

Essa recuperação permitiu que a SIHS autorizasse o aumento da vazão defluente para 150 litros por segundo, que devido à situação de baixo volume acumulado que se apresentou no primeiro trimestre de 2017, estava reduzida a 10 litros por segundo.

Esse importante sistema de abastecimento de água baiano, no território do Sisal, além de atender mais de 240 mil pessoas, com o aumento da vazão defluente para 150 litros por segundo irá beneficiar também as localidades de Alecrim, Abobreira, Aroeira e Salinas, situadas a jusante da barragem.

�??A recuperação do volume de Pedras Altas nos permitiu autorizar a CERB a retornar a operação normal da barragem, aumentando a vazão defluente para o atendimento dos diversos usos existentes a jusante da barragem�?�, destacou o titular da SIHS, Leonardo Góes.

.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Boulos tem 35,6%; Nunes, 33,7%; Tabata, 14,7%; e Kim, 9,4% em São Paulo, diz pesquisa Atlas

O deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) tem 35,6% das intenções de voto para a Prefeitura de São Paulo, contra 33,7% do atual prefeito, Ricardo Nunes (MDB), aponta a pesquisa Atlas/CNN Brasil divulgada nesta quarta-feira, 24. Ambos estão tecnicamente empatados dentro da margem de erro de 2,5 pontos porcentuais (p.p.). A terceira colocada é a deputada

Moraes arquiva ação de suposto asilo de Bolsonaro na Embaixada da Hungria

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes concluiu que não há evidências que comprovem que Jair Bolsonaro (PL) buscou asilo na Embaixada da Hungria, em Brasília, em fevereiro deste ano. Como revelou o The New York Times, o ex-presidente passou dois dias na missão diplomática em Brasília

Projeto que libera estados legislarem sobre armas avança na Câmara

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira (24) um projeto de lei complementar que concede poderes aos estados para formular leis e flexibilizar as atuais regras de porte de armas, num revés para o governo Lula (PT). De autoria da presidente da