Aliado de Lira, Rodrigo Cunha lidera disputa para governador do AL

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O senador Rodrigo Cunha (União Brasil) lidera a disputa para governador de Alagoas, com 28,6% das intenções de voto, segundo levantamento do Paraná Pesquisas divulgado nesta terça-feira (3/5). Cunha é aliado do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), e adversário do grupo de Renan Calheiros (MDB).

Logo atrás de Cunha está o ex-prefeito de Maceió e ex-deputado Rui Palmeira (PSD), com 22,9% da preferência dos eleitores ouvidos pelo instituto. Apoiado por Renan, o deputado estadual Paulo Dantas (MDB) tem 17% das intenções de voto.

O deputado estadual Antônio Albuquerque (Republicanos) recebeu 6,1% das indicações dos entrevistados. E o ex-deputado federal Regis Cavalcante (Cidadania) tem 2,5% das intenções de voto.

Disputa O Alagoas está sem governador eleito desde abril de 2022, quando Renan Filho (MDB) renunciou ao cargo para candidatar-se a senador. Antes, o ex-vice-governador Luciano Barbosa (MDB) foi eleito prefeito de Arapiraca (AL) e deixou o governo do estado. Coube ao presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador José Carlos Malta Marques, assumir o cargo.

Renan Filho decide que a própria mulher será sua suplente ao Senado

Grupos ligados a Renan Calheiros e a Arthur Lira tentam emplacar seus candidatos a um mandato-tampão por meio de eleição indireta. Um governador, mesmo que por tempo limitado, teria toda a projeção e o poder da máquina pública que podem ajudar em eventual campanha para as eleições diretas de outubro.

Porém, a eleição indireta organizada pela Assembleia Legislativa está temporariamente suspensa por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes.

Espontânea Na resposta espontânea da pesquisa, quando os nomes dos pré-candidatos não são citados, 74,6% dos eleitores disseram que não sabem ou não responderam em quem vão votar para governador. E 8,5% disseram que vão votar em branco ou nulo.

Renan Filho, que não pode candidatar-se, tem 5,8% das intenções de voto. Em seguida, aparece o deputado estadual Paulo Dantas, com 3,3% das intenções de voto. Rui Palmeira tem 1,1% das intenções de voto, seguido de Regis Cavalcante, com 0,1%.

Senado Na disputa pela vaga de senador por Alagoas nas eleições deste ano, o ex-governador Renan Filho (MDB) aparece como o preferido, com 45,8% das intenções de voto.

Atrás de Renan Filho está o ex-presidente e senador Fernando Collor (PTB), com 22,5%, e o deputado estadual Davi Davino Filho (PP), com 14,1%. Mário Agra (PSol) tem 1,7% das indicações.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O Paraná Pesquisas ouviu 1.510 eleitores por meio de entrevistas pessoais com cidadãos de 16 anos ou mais, em 33 municípios. O levantamento foi feito entre os dias 27 de abril e a última segunda-feira (2/5).

 

O post Aliado de Lira, Rodrigo Cunha lidera disputa para governador do AL apareceu primeiro em Metrópoles.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

PL suspende salários de Braga Netto e de ex-assessor de Bolsonaro após operação da PF

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, suspendeu nesta semana os salários de Walter Braga Netto, ex-vice na chapa de Jair Bolsonaro, e Marcelo Câmara de cargos no partido, em meio às investigações da PF (Polícia Federal) sobre tentativa de golpe. Braga Netto era, até então, secretário nacional de relações institucionais

Tarcísio elogia Justiça Eleitoral ao lado de Moraes às vésperas de ato de Bolsonaro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Às vésperas de participar de ato com Jair Bolsonaro (PL) na avenida Paulista, Tarcísio de Freitas (Republicanos) elogiou nesta sexta-feira (23) a Justiça Eleitoral em evento com presença do presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Alexandre de Moraes. A fala aconteceu durante posse dos novos presidente e vice-presidente do TRE-SP

‘Pinóquio do século’: ministro de Lula ironiza data de julgamento que pode cassar Moro

O ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, ironizou a data do julgamento que pode cassar e tornar inelegível por oito anos o senador Sergio Moro (União Brasil-PR), ex-juiz da Operação Lava Jato. Após a nomeação do advogado José Rodrigo Sade para a vaga remanescente no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), o