TAGS

Jovens de comunidades do Rio fazem ato contra o aquecimento global

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Dezenas de jovens de comunidades pobres da cidade do Rio de Janeiro e de municípios do entorno da capital e estudantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) fizeram neste sábado (11) um ato contra o aquecimento global. O encontro ocorreu na Praça Mauá, na zona portuária da cidade, e nem o frio e a chuva fina desmotivaram a manifestação.ebcebc

O evento faz parte da programação da Semana do Meio Ambiente e é o resultado do curso: A Chapa Esquentou, cria! Reação dos Territórios a Emergência Climática.

Os participantes exibiam cartazes e faixas com frases em defesa do meio ambiente e divulgaram uma carta com reivindicações de ações emergenciais nas comunidades para evitar enchentes. Eles pediam saneamento, drenagem e coleta de lixo.

A coordenadora do Fórum de Cultura e Ciência da UFRJ, Tatiana Roque, disse que o ato foi organizado por jovens de comunidades de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense; Maré e Rio das Pedras, na capital fluminense; e Morro do Cavalão, em Niterói. Todos participaram do curso sobre emergência climática, oferecido pelo fórum.

�??Os próprios alunos propuseram esse ato, porque eles disseram que não é possível, depois de tudo que eles aprenderam no curso, ficar de braços cruzados em relação a uma questão tão urgente, que afeta os territórios onde eles vivem de maneira tão grave�?�, explicou a coordenadora do fórum.

Tatiana disse ainda que, durante o curso, várias aulas tiveram de ser adiadas, �??devido a enchentes nos locais onde essas pessoas moram e são afetadas pelas chuvas�?�.

Na avaliação da coordenadora, o ato reforça a necessidade de uma ação urgente da sociedade para impedir que as mudanças climáticas provoquem ainda mais estragos na vida das pessoas, sobretudo as mais pobres e periféricas, e para reafirmar o protagonismo da juventude nessa temática e promover um grande encontro entre grupos favelados/periféricos, intelectuais e ativistas climáticos.

O programa teve objetivo de capacitar jovens universitários e a juventude de diversos territórios periféricos para atuar como líderes em temas relacionados à emergência climática. Foram quatro módulos entre abril e maio, com aulas na UFRJ e nos territórios, com professores da universidade e ativistas como facilitadores do curso.

*Colaborou Cristiane Ribeiro, repórter do Radiojornalismo

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Homem é baleado por policial no centro de São Paulo

Na tarde desta quarta-feira (17), um homem foi baleado por um policial na Estação da Luz, no centro de São Paulo. O tiro foi realizado por um policial militar por volta das 16h30, ainda não há informações sobre a motivação do episódio. Conforme informou a PM, o socorro foi prestado pelo próprio agente e o

Receita Federal apreende 1,3 tonelada de cocaína escondida em carga de café no Porto do Rio

Agentes da Divisão de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal realizaram uma grande apreensão de cocaína no Porto do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (27). A ação foi feita durante o decreto de Garantia da Lei e da Ordem, que possibilita que as Forças Armadas atuem na prevenção de delitos em

Corredor morre após passar mal em prova e ser internado com xixi preto

Um homem de 50 anos morreu em Caruaru, nesta quarta-feira (24/1), após complicações de saúde provocadas por rabdomiólise, doença ocasionada por uma lesão muscular aguda que deixa o xixi preto. Identificado como Dorgival Celerino do Nascimento havia participado de uma prova de corrida e foi internado devido ao esforço físico. A prova de 14 quilômetros