Copa América: Conmebol divulga datas da competição em 2024

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto
A Conmebol divulgou nesta terça-feira (20) quando ocorrerá a edição de 2024 da Copa América, disputada nos Estados Unidos.
A competição vai ocorre ao longo de 25 dias, de 20 de junho do ano que vem até 14 de julho. 
Serão, ao todo, 16 equipes disputando o torneio nos EUA, que recebem a copa pela segunda vez.
Além das dez que compõem a confederação sul-americana, haverá seis seleções convidadas da Concacaf, federação das Américas do Norte, Central e Caribe. 
 
Na última edição, Brasil e Argentina chegarão à final, no Maracanã, vencida pelos visitantes por 1 a 0, com gol de Di María. 
 
Confira o vídeo de anúncio da Conmebol sobre as datas da Copa América 2024:
 
 

image

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Perfil do governo de Israel acusa Lula de negar o Holocausto

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi mencionado em um perfil do governo de Israel no X (antigo Twitter), que afirmou que o presidente brasileiro nega o Holocausto. A postagem foi feita nesta terça-feira, 20, e é mais uma repercussão das declarações de Lula sobre as ações de Israel na Faixa

Brasil denuncia Israel na corte internacional de Haia

O governo brasileiro denunciou nesta terça-feira, 20, Israel por invadir e ocupar territórios palestinos. A declaração foi feita por intermédio da diplomata Maria Clara de Paula Tusco, durante audiência da Corte Internacional de Justiça (CIJ), em Haia, na Holanda, que é o principal órgão judiciário da Organização das Nações Unidas (Onu). Para o Itamaraty, a

EUA vetam no Conselho de Segurança da ONU novo pedido de ‘cessar-fogo imediato’ em Gaza

Os Estados Unidos vetaram, nesta terça-feira, 20, um projeto de resolução da ONU que buscava um cessar-fogo imediato em Gaza, marcando a terceira obstrução do país a uma iniciativa desse tipo desde o início do conflito entre Israel e o grupo terrorista Hamas. A resolução, proposta pela Argélia, exigia um cessar-fogo humanitário imediato e se