Alckmin diz que responsabilidade fiscal é um dever de todos e reforma tributária vai trazer eficiência econômica

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto


ato20240122050

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, disse que a responsabilidade fiscal é um dever de todos, durante participação no Agrishow, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. Ele defendeu que o governo do presidente Lula tem como característica o diálogo entre os Poderes. “É um diálogo permanente com os demais Poderes e os vários níveis da federação”, afirmou, após questionamentos sobre a relação com o Congresso sobre a desoneração da folha de pagamento a 17 setores da economia.

Alckmin destacou, ainda, que o governo tem buscado uma boa política fiscal e monetária para ter redução de juros e garantir o crescimento da economia brasileira. “É um compromisso de todos e o caminho é o diálogo”, comentou.

O vice-presidente falou também sobre a reforma tributária. De acordo com ele, a proposta apresentada pelo governo trará “eficiência econômica ao país” e vai ajudar a desonerar completamente investimentos e a exportação de produtos nacionais.

Questionado sobre medidas para reduzir os preços dos combustíveis, Alckmin explicou que as variações acontecem de acordo com o mercado, mas que no caso da gasolina, foi mantido o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em 25% para a gasolina, mas reduziu do etanol para 12%. “É menos da metade do imposto da gasolina. Então, esse estímulo tributário, ele é muito importante”, afirmou.

*Com informações do Estadão Conteúdo

 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Após 500 dias, governo Lula segue sem fechar igrejas evangélicas

Desde que Luiz Inácio Lula da Silva assumiu a presidência em 1º de janeiro de 2023, já se passaram 516 dias de seu mandato. Durante a campanha eleitoral de 2022, muitos líderes religiosos e apoiadores de Jair Bolsonaro levantaram preocupações de que o governo Lula poderia fechar igrejas evangélicas e limitar a liberdade religiosa no

Lula não vai à Marcha para Jesus

Apesar da necessidade de tentar conquistar o eleitorado evangélico, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não participará da 32ª edição da Marcha para Jesus, que ocorre hoje a partir das 10h na Estação Luz do Metrô, no centro de São Paulo. Em vez disso, Lula enviará o Advogado-Geral da União, Jorge Messias, um petista

Angélica Azevedo: A cantora gospel que perdeu a visão aos 18 anos e vive um milagre por dia

Angélica Amadeu Azevedo Alves, mais conhecida como Angélica Azevedo, nasceu em Monte Negro, Rondônia, em 15 de setembro de 1995. A cantora de música gospel é um exemplo de superação e fé, compartilhando sua inspiradora trajetória de vida através de suas redes sociais e ministérios. Angélica nasceu em um ambiente humilde e rural. Sua avó