TAGS

Após acusações de discriminação, o Projeto Canaã afirma que “está se adaptando para atender crianças com deficiências”

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

 

Após acusações de discriminação contra crianças com autismo, o Projeto Nova Canaã divulgou, nesta terça-feira (09), uma nota de esclarecimento sobre o caso denunciado por duas mães ao Bahia Notícias, na última terça-feira (02). 

 

Em nota, a instituição, conveniada a SUDESB, afirmou que “mesmo antes de realizar convênios, federal ou estadual, a Projeto Canaã sempre atendeu crianças socialmente vulneráveis e com deficiência.” 

 

No que diz respeito ao caso específico ao das mães que inscreveram seus filhos no Projeto NADAR, a Nova Canaã alega que as mães não foram contadas sobre a matrícula dos filhos, mesmo após o início das atividades, pois “considerando ser um novo projeto da instituição, e em fase de implantação, está se adaptando para atender as crianças com deficiência”, escreveu. 

 

As responsáveis pelas crianças levaram o caso à Delegacia de Irecê e estão sendo assistidas por um advogado. A organização não se pronunciou sobre o desdobramento judicial do caso. 

 

Confira a nota na íntegra:

 

“Recentemente, a Instituição conseguiu, pela primeira vez, e pelo reconhecimento do seu
serviço prestado a sociedade, estabelecendo convênios com o governo estadual e federal para projetos culturais e esportivos. Algo inédito, que favorecera mais crianças da nossa querida Irecê. Estamos só no in ício, mas, progredindo. Todo este trabalho inclui estudos, metas preestabelecidas entre o projeto e os órgãos conveniados (SUDESB), levantamento social da região, divulgação o, contratação de pessoal, edital de licitação para compra de materiais esportivos, formulação e otimização de estratégias de atendimento (matrícula), entre outras coisas. 

 

Dentro deste contexto de novidades e mudanças, tudo esta sendo feito da forma mais eficiente e ágil possível. Contudo, e importante registrar que, mesmo antes de realizar convênios, federal ou estadual, a Fazenda Canaã, esta ha 24 anos cumprindo seu papel — sempre atendeu crianças socialmente vulneráveis e com deficiência. Hoje, entre os 500 alunos do projeto, 26 (vinte e seis) são crianças com algum tipo de deficiencia. E o compromisso da Fazenda Nova Canaã que nasceu, cresceu e existe, justamente, para diminuir as diferenças sociais, dando oportunidades para a população ireceense.

 

Ainda sobre o fato ocorrido na sede da fazenda Canaã, cumpri-nos esclarecer, que, duas
mães que chegaram em nossa sede para solicitar vaga no PROJETO NADAR, para seus filhos autistas. Elas foram muito bem atendidas por uma assistente social e, após o procedimento interno, a matrícula ocorreu normalmente, sem qualquer problema. Em seguida, foram comunicadas que, em posterior contato, receberiam informações e a data do início da atividade: aulas de natação.

 

Contudo, considerando ser um novo projeto da instituição, e em fase de implantação, esta
se adaptando para atender as crianças com deficiência, e, por este motivo, estas mães não
foram contatadas naquele momento. Assim, ao verem que as atividades escolares já haviam se iniciado, elas voltaram a Fazenda para saber o que havia ocorrido. A assistente social explicou que, a matrícula de seus filhos estava valida, mas que na o havia sido possível o contato devido a um problema na rede telefônica local, para comunicá-las que a Instituição está implementando as atividades, contratando os profissionais especializados, a fim de oferecer suporte as crianças.

 

Infelizmente, as mães não aceitaram as explicações e, além de um boletim de ocorrência, acionaram um advogado.”
 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

STF decide que União deve definir destino de valores obtidos com condenações e delações

Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que é de responsabilidade da União definir o destino de recursos obtidos com delações premiadas ou condenações criminais em casos em que a lei não prevê uma finalidade específica para esses valores.    O entendimento firmado pela Corte veda que o direcionamento dessas quantias seja fixado pelo

Pré-candidato à Prefeitura de Alagoinhas denuncia violência de política

O ex-prefeito e pré-candidato Prefeitura de Alagoinhas, Paulo Cezar (União), denunciou, neste domingo (26), um ato de violência política sofrido por ele durante campeonato de futebol no município.    Segundo o candidato da oposição ao atual governo municipal, o agressor seria um homem  conhecido como Jai, suposto irmão da vereadora Juci Cardoso (PCdoB), apoiadora do

Reunião entre rodoviários e patrões termina sem acordo; nova rodada de negociação acontece nesta terça

A reunião entre o Sindicato dos Rodoviários e a Integra - associação que representa as empresas dos transportes de ônibus de Salvador - realizada nesta segunda-feira (27), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-5), terminou novamente sem acordo entre as partes.  Apesar de não terem chegado a um consenso, rodoviários e empresários marcaram um novo encontro