Bombardeio russo destrói ‘Castelo do Harry Potter’ na Ucrânia

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos


c7758713494287c7112ee483ecb63624e7e7aed0

Um bombardeio russo com mísseis deixou pelo menos quatro mortos, nesta segunda-feira (29), na cidade ucraniana de Odessa, no Mar Negro, informou o governador. “Três mulheres e um homem morreram. Segundo um balanço atualizado, mais de 30 pessoas ficaram feridas, entre eles duas crianças e uma mulher grávida”, declarou no Telegram o governador Oleg Kiper. Um dos alvos dos ataques, o edifício de estilo gótico conhecido localmente como Castelo de Harry Potter”, foi visto em chamas após o ataque. O prédio faz parte da Academia de Direito de Odessa. A construção ganhou este apelido por ser muito parecido com o Castelo de Hogwarts retratado nos filmes. Pelas redes sociais, o Serviço Estatal de Emergência da Ucrânia informou que o fogo foi extinto, mas que boa parte do prédio foi destruído, sobretudo nos andares próximos ao telhado.

cta_logo_jp

A ofensiva russa acontece em meio a uma nova escalada da guerra. A Ucrânia aguarda US$ 60 bilhões em suprimentos militares prometidos pelo Congresso dos Estados Unidos. Desarmadas, as tropas ucranianas têm lutado para resistir aos avanços russos no campo de batalha e, recentemente, foram obrigados a fazer uma retirada tática de três aldeias no Leste. Até então, Kiev vinha registrando um avanço de Moscou. Odessa, um porto do sudoeste da Ucrânia, é vital para as exportações e alvo habitual de bombardeios com mísseis e drones.

*Com informações da AFP

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Ataque a campo de refugiados de Gaza foi ‘incidente trágico’, diz Netanyahu

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que o ataque de Israel ao campo de refugiados de Rafah foi "incidente trágico". Ao menos 45 pessoas morreram. Premiê afirmou que ataque a Rafah será investigado. Ao Parlamento de Israel, Netanyahu afirmou que o país retirou "um milhão de moradores que não

Israel é criticado por comunidade internacional por ataque em Rafah, e EUA pedem precauções para proteger os civis

A Casa Branca disse estar impactada com o bombardeio israelense em Rafah, na Faixa de Gaza, que deixou ao menos 45 pessoas mortas, e pediu para que Israel tome precauções para proteger os civis. “Deixamos claro que Israel deve tomar todas as precauções possíveis para proteger os civis”, disse um porta-voz do Conselho de Segurança

Macron apela por uma Europa forte e soberana, visando ‘defesa e segurança’ diante da ameaça russa

O presidente francês, Emmanuel Macron, fez um apelo na Alemanha, nesta segunda-feira (27), para que se tenha uma Europa mais forte e soberana como garantia da paz, prosperidade e democracia, em um momento que o velho continente atravessa “um momento sem precedentes na sua história” e, diante da ameaça russa, deve pensar na sua própria