Brasil deve cair duas posições no quadro de medalhas gerais em Paris-2024, segundo projeção

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto


male athlete holding medal

Segundo uma projeção feita pela empresa americana Nielsen e divulgada nesta quarta-feira (17), a 100 dias para o início das Olimpíadas, o Brasil deve cair duas posições no ranking geral das Olimpíadas Paris 2024 e deve ocupar o 14º posição. Além disso, Estados Unidos deve levar 123 medalhas no total e China 89, ocupando as duas primeiras colocações gerais, mas a delegação americana saíra em vantagem. Caso a projeção estiver certa, EUA ganhará as Olimpíadas pela oitava vez consecutiva e conquistam o maior número de medalhas nos Jogos Olímpicos. Já o Brasil cairia duas posições em comparação aos Jogos de Tóquio, quando ocupou a 12º no quadro geral e levaria nove medalhas de ouro e 18 no pódio total, ficando atrás de Espanha (20-5) e Hungria (19-5), países que superou há três anos. Os estudos foram feitos pela Gracenote Sports da Nielsen, que fornece análises estatísticas para ligas esportivas de todo o mundo. A empresa americana também acompanha as principais competições envolvendo esportes olímpicos que antecedem os Jogos. Depois dos EUA e da China, a previsão para o quadro de medalhas tem na sequência a Grã-Bretanha (66 medalhas no total, sendo 13 de ouro), França (55-28), Austrália (50-13), Japão (49-13), Itália (47-12), Holanda (38-18), Alemanha (36-9) e Coreia do Sul (24-9).

*Com informações do Estadão Conteúdo

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

CBF e clubes da Série A ajustam calendário do Brasileirão após desastre climático

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e os clubes da Série A se reuniram nesta segunda-feira (27) para discutir o ajuste do calendário do Brasileirão. A decisão foi utilizar os períodos de Data Fifa para reorganizar as partidas adiadas devido ao desastre climático no Rio Grande do Sul. Além disso, ficou definido que o campeonato

Daniel Alves muda-se de cidade na Espanha após condenação por estupro

O ex-jogador Daniel Alves decide mudar-se para uma ilha na Espanha, deixando Barcelona. Ele optou por pagar uma fiança de um milhão de euros para aguardar em liberdade a decisão final do processo em que foi condenado por estupro. De acordo com a imprensa local, Alves busca se afastar dos holofotes e da mídia, escolhendo

Bill Walton, lendário pivô da NBA, morre aos 71 anos

O lendário Bill Walton, que fez sucesso na NBA durante as décadas de 1970 e 1980, morreu nesta segunda-feira (27). O ex-jogador, que conquistou dois títulos da liga com Portland Trail Blazers e Boston Celtics, lutava contra um câncer há bastante tempo. Além disso, Walton está no Hall da Fama do basquete e atuou como