TAGS

Carlos Muniz participa da posse de Abelardo Paulo da Matta Neto como presidente do TRE

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, vereador Carlos Muniz (PSDB), participou, nesta segunda-feira (29), da cerimônia de posse de Abelardo Paulo da Matta Neto como presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). O evento ocorreu no auditório do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ/Ba), no CAB, em Salvador.

“Desde que assumi a Presidência da Câmara Municipal de Salvador procurei estreitar as relações com as demais esferas dos poderes públicos. O TRE é um órgão essencial para a democracia no nosso estado na medida em que coordena os processos eleitorais. Tenho convicção que o corpo de desembargadores, juízes e colaboradores do TRE-Ba executará com maestria o processo eleitoral que se avizinha no segundo semestre deste ano. E também estou aqui para desejar boa sorte para o desembargador Abelardo Paulo da Matta Neto na condução dessa egrégia Corte”, afirmou Carlos Muniz.

Já Abelardo Paulo da Matta Neto ressaltou que está muito honrado em assumir a Presidência do TRE/Ba. “Tenho certeza que realizaremos as eleições municipais no nosso estado de forma transparente e segura. Pois temos magistrados e servidores competentes e estamos fazendo o melhor trabalho possível para que tudo aconteça nos pleitos de forma harmônica e ordeira”, ressaltou o desembargador.

Além de Carlos Muniz, diversas autoridades integraram a Mesa. Dentre eles, o governador Jerônimo Rodrigues; o prefeito Bruno Reis; o vice-governador Geraldo Júnior; o conselheiro do CNJ e ex-presidente do TRE/Ba, José Edivaldo Rocha Rotondano; o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Adolfo Menezes; o senador Angelo Coronel; o presidente do TCE, Marcus Presídio; o presidente do TCM, Francisco Netto; o presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB), desembargador Júlio Cezar Lemos Travessa; e o procurador-geral de Justiça da Bahia, Pedro Maia Souza Marques.

PERFIL 

O desembargador Abelardo Paulo da Matta Neto formou-se em Direito pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), em 1984. No ano de 2002, finalizou especialização em Processo, na Fundação Faculdade de Direito da Bahia.

Já em 2008, cursou outra especialização em Direito Penal e Processo Penal, na Faculdade Baiana de Direito, em parceria com a Escola de Magistrados da Bahia (EMAB). 

O magistrado participou, em 2013, do curso de Extensão e Aperfeiçoamento da Prática Jurídica, credenciado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (ENFAM). Além disso, fez mestrado em Segurança Pública, Justiça e Cidadania, concluído na UFBA, em 2015.

Em 28 de abril de 2023, o desembargador foi empossado como membro efetivo da Corte do TRE-BA, para o biênio 2023-2025. De acordo com as disposições regimentais do tribunal, na ocasião, o magistrado assumiu os cargos de vice-presidente e corregedor Regional Eleitoral.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Após acusação de aliado, prefeito de Camaçari nega cobrança de propina a empresa de água sanitária

Após o vazamento de um áudio em que o prefeito de Mata de São João, Bira da Barraca (União), afirma que a prefeitura de Camaçari supostamente teria cobrado propina para a instalação da fábrica da empresa de água sanitária Dragão no município, o prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo, se manifestou sobre as acusações do correligionário. 

Inquilina é morta, na frente do filho de dois anos, por ex-namorado de dona do imóvel

Uma mulher foi morta a facadas enquanto dormia ao lado do seu filho de dois anos na cidade de Guaramirim, em Santa Catarina. O suspeito do crime é o ex-companheiro da proprietária do imóvel. Após o crime, o homem filmou a cena e foi preso preventivamente.   De acordo com o G1, a ex-companheira dele

Presidente do Sindicato dos Rodoviários afirma que “não haverá greve em Feira de Santana”

O presidente do Sindicato dos Rodoviários em Feira de Santana, Alberto Nery, afirmou que os acordos previstos dos rodoviários do município e garantiu não haver possibilidade de aderir à greve junto aos trabalhadores da capital baiana.   Em entrevista ao Acorda Cidade, parceiro do Bahia Notícias, o representante da categoria reforçou que assim como os