Cenas fortes: PM é baleado em viatura ao passar por baile funk; vídeo

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

São Paulo — Um policial militar de 25 anos foi baleado na coxa direita quando a viatura em que ele estava foi alvo de tiros, supostamente dados por frequentadores de um baile funk, no início da manhã desse domingo (28/4), na zona leste da capital paulista.

O soldado Vinícius da Silva Marcondes Manoel foi socorrido no local, por colegas de farda (assista abaixo), e encaminhado ao Hospital Santa Marcelina, onde seguia em observação, sem risco de morrer, até a publicação desta reportagem.

Geovane Manoel Carvalho Felix Bastos, de 21 anos, foi preso em flagrante, portando uma pistola calibre 380. Ele nega que tenha atirado contra o soldado, segundo depoimento prestado à Polícia Civil, ao qual o Metrópoles teve acesso.

Segundo relatado por policiais militares, o soldado estava no banco traseiro da viatura enquanto outros PMs averiguavam um veículo. Alguns suspeitos estariam na esquina da Rua Baltazar Graciano, em Cidade Tiradentes.

De acordo com os policiais, os homens teriam disparado contra os PMs, que revidaram com ao menos sete tiros. Nenhum dos suspeitos foi atingido.

Foi nesse momento que o soldado Vinícius percebeu que havia sido ferido na perna. Enquanto era socorrido, outros PMs prenderam Geovane, com quem foram encontradas a pistola e uma munição no bolso.

As imagens da câmera corporal de um colega de farda do soldado mostram o momento em que ele faz um torniquete na perna do amigo, corta sua calça e estanca o sangue com um curativo. O procedimento dura cerca de quatro minutos.

 

O policial ferido é colocado no banco traseiro da viatura da Força Tática do 28º Batalhão e levado ao Hospital Santa Marcelina.

Suspeito nega tiro Em depoimento à Polícia Civil, Geovane afirmou já ter sido preso em outra ocasião, por receptação, mas negou que tenha atirado contra os policiais. Ele contou que adquiriu a arma há cerca de quatro meses.

Ele disse, ainda, que alguns amigos teriam feito disparos “durante a madrugada” na festa de rua, mas não soube informar quem atirou contra o soldado porque, segundo o suspeito, “era baile [funk] e havia vários bandidos armados no local”.

Geovane foi preso em flagrante e indiciado por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo. Sua defesa não foi localizada. O espaço segue aberto para manifestações.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Cárcere privado: mulher apagou contatos, prendeu e agrediu namorada

O caso de terror da jovem de Curitiba encontrada em cárcere privado em Brasília envolveu um relacionamento abusivo. A autora do crime agrediu a vítima, excluiu todos os contatos do celular dela, apagou mensagens do WhatsApp e a impediu de sair de casa sozinha. A curitibana ainda tinha que trabalhar dentro da residência, sem receber

Delegado do caso Marielle suplica para ser ouvido e Moraes atende pedido

O delegado Rivaldo Barbosa, preso por suspeita de planejar o assassinato da vereadora do Rio Marielle Franco, vai ser ouvido pela Polícia Federal após suplicar ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moares, que atendeu ao pedido. A intimação acontece após Rivaldo Barbosa enviar bilhete ao ministro pedindo "pelo amor de Deus" para

Saiba quem é a mulher encontrada carbonizada na RMS

Um corpo foi encontrado carbonizado neste domingo (26) em uma área de mata na cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. A vítima, Suelem dos Santos Ferreira, de 28 anos, era manicure e mãe de quatro filhos, com idades entre 7 e 14 anos.   De acordo com o G1, o corpo de