Dólar à vista tem queda significativa e fecha em R$ 5,16

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos


asp20221026003

O dólar à vista teve uma queda significativa nesta segunda-feira (22) e fechou o dia em R$ 5,1687, com baixa de 0,59%. Na máxima, pela manhã, chegou a R$ 5,2181, mas depois se firmou em baixa ao longo da tarde. Assim, a moeda norte-americana atingiu os menores níveis em mais de uma semana. A Petrobras teve um avanço expressivo com fortalecimento das ações da empresa, o que contribuiu para baixar o valor moeda norte-americana por aqui. Além disso, a redução das tensões geopolíticas entre Irã e Israel permitiu a realização de lucros no mercado interno, que registrou entrada de fluxo comercial e desmonte de posições defensivas por parte de investidores estrangeiros.

A expectativa de um corte mais moderado da taxa Selic, após declarações do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, também influenciou a queda do dólar. O banco JP Morgan revisou sua projeção da taxa Selic para o final do ciclo de redução. Durante evento da Legend Capital em São Paulo, nesta segunda (22), Campos Neto destacou a possibilidade de mudança no ritmo de cortes da taxa Selic devido ao aumento das incertezas. Ele reiterou que o BC só intervém no câmbio em caso de distorções no mercado, e não para combater mudança da taxa de câmbio provada por alteração dos fundamentos econômicos. “Se tiver uma percepção de que o risco piorou, o câmbio vai refletir”, disse Campos Neto.

No exterior, o índice DXY, que é referência do comportamento do dólar em relação a seis divisas fortes, operou em ligeira baixa ao longo da tarde, acima da linha dos 106,100 pontos. A moeda norte-americana caiu em relação a divisas de países exportadores de commodities desenvolvidos, como dólar australiano e canadense, mas subiu na comparação com emergentes pares do real, como o peso mexicano e rand sul-africano.

Apesar de acumular ganhos de 3,06% em abril, a moeda ainda apresenta uma valorização de 6,50% no ano. O mercado mantém uma postura defensiva diante das questões fiscais e dos atritos entre governo e Congresso.

*Reportagem produzida com auxílio de IA

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Pastor Lucas Cohen grava canção que promete ajudar pessoas com pressão emocional

Pastor Lucas Cohen do Ministério El Elion em Campo Grande, MS, no último sábado (11/05), gravou em sua igreja, em Campo Grande, a canção “Abre a Janela”. A música, cuja inspiração surgiu de situações vivenciadas por pessoas sob pressão emocional, reflete a busca por esperança em meio às adversidades do cotidiano. Durante uma viagem para

Governador do RS anuncia início do pagamento de R$ 2,5 mil para famílias em situação de pobreza

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), anunciou na sexta-feira (17) o início do pagamento de R$ 2,5 mil para famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), residentes em áreas do Estado que foram inundadas pelas enchentes na região. O programa Volta por Cima informou que

Desemprego tem alta significativa em 8 Estados no primeiro trimestre, diz IBGE

A taxa de desemprego aumentou de forma estatisticamente significativa em oito das 27 Unidades da Federação (UFs) na passagem do quarto trimestre de 2023 para o primeiro trimestre de 2024, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (17).