Empresa não é local para debater política, diz CEO da Google

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Um dia depois de ter sido tornado público o despedimento de 28 funcionários da Google que protestaram contra um contrato da empresa com Israel, o CEO da empresa, Sundar Pichai, deixou uma mensagem de aviso aos trabalhadores.

“Isto é um negócio e não um lugar para agir de uma forma que perturba os trabalhadores ou os faz sentirem-se inseguros, para tentar usar a empresa como uma plataforma pessoal ou para lutar contra questões disruptivas ou debater política. Isto é um momento muito importante para a empresa para ficarmos distraídos”, notou Pichai.

O CEO da Google notou ainda que a missão da Google passa por “organizar a informação do mundo e torná-la acessível e útil de forma universal”. “Isso supera tudo o resto e espero que atuemos com um foco que reflita isso”, afirmou Pichai.

Leia Também: ‘Cometa do Diabo’ poderá ser visto do Brasil no fim de semana; saiba como observar o fenômeno

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Netanyahu desafia pressão internacional, apesar da insatisfação com a guerra dentro do gabinete

O ministro da Defesa de Israel, Yoav Gallant, anunciou o envio de mais tropas para Rafah, no sul da Faixa de Gaza, o mais recente alvo da operação militar contra o Hamas. A decisão é um sinal de que os israelenses pretendem seguir com a invasão da cidade, onde mais de 1 milhão de palestinos se refugiaram – 600 mil já fugiram da área, segundo a ONU. “Centenas de alvos foram atingidos e nossas forças estão realizando manobras na área”, disse

Imagens de lua de Júpiter dão pistas de água líquida abaixo de superfície de gelo

A crosta de gelo da lua chamada Europa de Júpiter não está mais no mesmo lugar, apontam imagens da câmera a bordo da nave espacial Juno, da Agência Aeroespacial dos Estados Unidos (Nasa). As imagens também revelaram atividades de espécies de jatos de água salgada e rupturas na típica camada de gelo que envolve o

Sistema Android é compatível com mais de 200 milhões de carros

A Google revelou durante o evento I/O que o Android Auto, a versão para automóveis do seu sistema operativo, já está presente em mais de 200 milhões de veículos em todo o mundo. No entanto, é importante frisar que este número se refere à quantidade de carros compatíveis com o sistema, e não à quantidade