TAGS

Inflação desacelera em março para 0,16%; Salvador tem forte queda de preços na comparação com fevereiro

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O governo do presidente Lula recebeu uma boa notícia do IBGE na manhã desta quarta-feira (10): a inflação oficial brasileira teve uma forte desaceleração em relação a fevereiro, e registrou alta de 0,16%. O resultado ficou 0,67% abaixo do mês de fevereiro, quando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) marcou 0,83%. 

 

Segundo o IBGE, a inflação acumulada no ano está em 1,42%. Nos últimos 12 meses, os preços subiram 3,93%. Em março de 2023, o índice havia sido de 0,71%, com uma queda pequena em relação a fevereiro, quando a inflação oficial havia chegado a 0,84%.

 

Nas avaliações regionais, a cidade de Salvador registrou inflação de 0,16% em março, com uma queda bem acentuada em relação ao aumento de preços de 0,96% de fevereiro deste ano. No ano, a inflação na capital baiana é de 1,26%, abaixo da média para o país, que ficou em 1,42%.

 

Em relação aos últimos 12 meses, a inflação oficial de Salvador ficou em 3,36%, bem abaixo dos 3,93% da média nacional. Dentre as 16 capitais pesquisadas pelo IBGE, apenas quatro cidades registraram inflação no período de 12 meses menor da apresentada pela capital da Bahia. 

 

Dos nove grupos pesquisados pelo IBGE para a composição do índice oficial de inflação, seis tiveram alta na passagem de fevereiro para março. O item de Alimentação e bebidas, um dos que mais vem causando preocupação para o presidente Lula, foi o que registrou o maior impacto (0,11%) e a maior variação (0,53%), embora a alta tenha ficado bem abaixo do aumento de preços que havia sido registrado em fevereiro (0,95%). 

 

A alimentação no domicílio desacelerou de 1,12% em fevereiro para 0,59% em março. Destacam-se as altas da cebola (14,34%), do tomate (9,85%), do ovo de galinha (4,59%), das frutas (3,75%) e do leite longa vida (2,63%). 

 

“Problemas relacionados às questões climáticas fizeram os preços dos alimentos, em geral, aumentarem nos últimos meses. Em março, os preços seguem subindo, mas com menos intensidade”, explicou o gerente da pesquisa do IBGE, André Almeida. “O caso do ovo de galinha tem uma explicação própria: tratou-se de um período em que uma parcela da população faz a opção de não comer carne por questões religiosas, aumentando a demanda dessa proteína”, detalhou André Almeida.

 

Em relação à alimentação fora do domicílio, também houve desaceleração, com o indicador caindo de 0,49% em fevereiro para 0,35% em março. Já o lanche acelerou de 0,25% para 0,66%, mas a refeição (0,09%) teve uma alta menor que em fevereiro (0,67%).

 

O grupo Transportes revelou uma forte queda, dos 0,72% registrados em fevereiro para 0,33% em março. O recuo nos preços da passagem aérea foi de 9,14%. Já a gasolina saiu de 2,93% para 0,21%. Entre os combustíveis (0,17%), além da gasolina, o etanol também teve alta, de 0,55%. Já gás veicular (-2,21%) e óleo diesel (-0,73%) registraram recuo nos preços.

 

“Influência da passagem aérea, que já vinha de queda em fevereiro, e da gasolina, que havia apresentado o maior impacto individual no IPCA de fevereiro e teve uma alta menor em março”, justifico o pesquisador do IBGE. 
 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

PM apreende 5kg de cocaína em trecho de rodovia federal no oeste da Bahia

Dois homens foram presos por policiais militares da 86ª CIPM na madrugada desta quinta-feira (30) suspeitos de tráfico de drogas. Com eles foram encontrados 5kg de cocaína durante abordagem na BR-135, município de Formosa do Rio Preto, no oeste da Bahia.    Segundo a PM, os agentes realizavam patrulhamento na região, quando foram acionados para

Três mortes são registradas em ações policiais em Salvador; veja bairros

Salvador registrou ao menos três mortes de suspeitos em confrontos com policiais militares entre a tarde de quarta-feira (29) e madrugada desta quinta (30). De acordo com a Polícia Militar, o primeiro confronto aconteceu na Rua Luís Eduardo Magalhães, no bairro de Itapuã, na tarde de quarta, e terminou com as mortes de dois homens.

Antonio Calloni é dispensado da Globo após 38 anos: “Perdeu o emprego”

O ator Antonio Calloni se despediu da Globo após 38 anos de emissora. Em um texto compartilhado nas redes sociais, o veterano de 62 anos, que estava no ar com a novela 'Renascer', dando vida ao personagem Belarmino, comunicou a saída.           Ver essa foto no Instagram