Inflação nos EUA acelera e reduz possibilidades de corte de juros no primeiro semestre

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto


dalar4.191301

O CPI, sigla em inglês para Índice de Preços ao Consumidor, apontou alta de 3,5% na inflação dos Estados Unidos em março. O número veio acima do esperado pelo mercado e reduziu a praticamente zero as expectativas para cortes nos juros nos próximos meses. As projeções mais altas ficavam em 3,4%. O resultado de março representou o segundo mês seguido de aceleração da inflação nos EUA. Em fevereiro, o CPI havia acelerado para 3,2%, ante 3,1% no mês anterior. Os custos da gasolina e da moradia, que incluem aluguéis, representaram mais da metade do aumento.

O chamado “núcleo” do índice, que exclui preços de energia e alimentação, também preocupou: foi para 3,8%, mesmo nível de fevereiro e acima das projeções de 3,7%.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Efeito de enchentes no RS aparece na inflação de produtos como leite, arroz e batata em SP, segundo IPC-Fipe

Os efeitos das enchentes no Rio Grande do Sul sobre a inflação estão se materializando em alguns itens que compõem o Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (IPC-Fipe), que mede o nível de preço na cidade de São Paulo. O coordenador do índice, Guilherme Moreira, destaca pressões recentes observadas no

BNDES aprova financiamento de R$ 117 milhões para prevenção de desastres climáticos no Rio

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, anunciou na manhã desta segunda-feira (27), a aprovação de um financiamento de R$ 117 milhões para ações de monitoramento, prevenção e resposta a desastres climáticos no município do Rio de Janeiro. O apoio do banco de fomento corresponderá a 90% do investimento

Os ataques de Malafaia contra Alexandre de Moraes na Marcha pra Jesus

No último sábado, 25, durante a Marcha para Jesus no Rio de Janeiro, o pastor Silas Malafaia intensificou seus ataques ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O evento, que reuniu milhares de evangélicos e contou com a presença de diversos políticos bolsonaristas, foi palco para Malafaia proferir duras críticas e xingamentos