John Textor tentou tirar Abel Ferreira do Palmeiras, mas ouviu ‘não’ do treinador

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos


johntextor

John Textor confessou ter tentado tirar Abel Ferreira do Palmeiras. O objetivo, porém, não era levar o técnico português para o Botafogo, mas para outro clube administrado pelo empresário. Além da equipe carioca, o norte-americano é dono de parte do Crystal Palace e do Lyon. “Inúmeras vezes eu elogiei o técnico deles, Abel Ferreira. Eu o adoro como pessoa, tentei ‘roubá-lo’ silenciosamente antes, mas ele nunca me deu ouvidos. Para empregos em outros lugares, não aqui (no Botafogo)”, falou Textor à Botafogo TV. Textor conversou com o canal do clube carioca sobre a semana dele no Brasil. Ele foi a primeira testemunha ouvida na CPI da Manipulação de Resultados. Também foi divulgado o resultado definitivo do julgamento do empresário no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que o suspendeu por 45 dias e aplicou multa de R$ 100 mil pela invasão do campo e xingamentos na vitória palmeirense por 4 a 3 contra o Botafogo no Brasileirão 2023. Textor também comentou as falas de Leila Pereira contra ele. A presidente do Palmeiras já o chamou de “fanfarrão” e “idiota” pelas acusações de que os campeonatos brasileiros vencidos pelo clube alviverde em 2022 e 2023 foram manipulados. “Talvez seja o vocabulário, ou a tradução. Mas não estou ofendido. Inúmeras vezes eu deixei claro que ninguém do Palmeiras fez nada de errado. Respeito os jogadores deles. Acho que minha mensagem ao Palmeiras e aos árbitros é que eles são bons o suficiente, não precisam de nenhuma ajuda”, começou Textor, antes de acusar Leila de mentir: “Mas ela foge e diz que sou louco, que não produzi nenhuma prova. Ela está mentindo. Ela sabe exatamente o que fiz no STJD. Ela está colocando uma grande pressão sobre eles. Há outros clubes que possam ter sido envolvidos na manipulação de jogos. E seus presidentes responderam de uma maneira diferente”, afirmou Textor. O empresário ainda concluiu argumentando que Leila Pereira não precisa agir desta maneira. “Minha mensagem a ela seria: ‘se você não é culpada, pare de agir como se fosse’”, disse.

Além do processo em que já foi condenado, o STJD continua um inquérito que diz respeito às acusações de Textor sobre jogos de Palmeiras, São Paulo e Fortaleza, que estariam envolvidos em manipulação de resultados. As acusações contra o norte-americano partiram dos clubes citados pelo empresário sem ele apresentar provas.

A Procuradoria abriu um inquérito para apurar as denúncias de manipulação de resultados que o empresário alega ter. Foram estipulados dois prazos para que Textor apresentasse as provas. Nenhum deles foi cumprido, o que levou à denúncia do norte-americano pelos artigos 220 e 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Cada artigo prevê pena de multa de R$ 100 a R$ 100 mil. No caso do artigo 223, é prevista pena de 90 dias a um ano de suspensão. O caso está no aguardo de julgamento em primeira instância.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Jogador do América-MG é criticado por ‘gol sem fair play’, mas companheiro chama santistas de ‘hipócritas’

Os jogadores do Santos ficaram revoltados com o primeiro gol do América-MG em jogo realizado nesta sexta-feira (24), no estádio Independência, pela Série B do Campeonato Brasileiro, e que terminou com vitória mineira por 2 a 1. Aos 14 minutos do primeiro tempo, o atacante Renato Marques americano foi driblado por João Paulo, mas aproveitou

Charles Leclerc faz a pole position do GP de Mônaco de Fórmula 1

O piloto monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, conquistou a pole position para o Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1 no treino de classificação deste sábado (25), em Monte Carlo. Correndo em casa, Leclerc largará na frente do australiano Oscar Piastri (McLaren). A segunda fila será formada pelo espanhol Carlos Sainz (Ferrari) e pelo britânico

PSG é campeão da Copa da França em despedida de Mbappé

O Paris Saint-Germain conquistou seu 14º título da Copa da França ao vencer o Lyon por 2 a 1, no estádio Pierre Mauroy, em Lille. Com essa vitória, o PSG se consolida como o maior vencedor do torneio, abrindo uma vantagem de quatro títulos em relação ao Olympique de Marselha, que possui dez. O Lyon