Moradores do Canela denunciam violência e abandono do bairro

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Tráfico de drogas, assaltos, abandono, medo. Essas são algumas das situações que os moradores do Canela, bairro nobre do Centro de Salvador, estão convivendo nos últimos meses.  

“O Canela virou rota de fuga de criminosos transportando droga e produtos roubados”, denunciou Artur Barachisio Lisboa, síndico do Condomínio Coletânea Vale do Canela. Ele informa que o cenário piorou desde o final do ano passado, quando seguidos incêndios causados por roubo de fios aumentaram de intensidade. 

“Entre dezembro e janeiro aconteceram três incêndios de grandes proporções. Um deles por pouco não causa uma tragédia, já que as labaredas chegaram perto do depósito de gás de um dos condomínios”, relatou Artur.  

Além da insegurança, outra queixa dos moradores é a falta de infraestrutura. “O bairro não tem um equipamento público de lazer. A prefeitura infelizmente não passou aqui”, reclamou o síndico.

 

?? Moradores do Canela denunciam violência e abandono do bairro

Confira ??https://t.co/KE2ja6k92u pic.twitter.com/XRSb5JCgVq
— Bahia Notícias (@BahiaNoticias) April 26, 2024

Com o objetivo de chamar atenção para o problema, um grupo de moradores organiza uma manifestação para sábado (27), às 8h30, na praça localizada abaixo do Viaduto da Gabriela. 

Em nota, a Polícia Militar informou que o policiamento na região é realizado pelo 18º BPM, mediante o emprego de viaturas que realizam rondas diuturnamente, com o apoio de equipes da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT – BTS).

A corporação acrescentou ainda que a localidade conta com o apoio de diversas unidades especializadas como BPFRC (Batalhão Gêmeos) com o apoio de policiais do BPFRV (Batalhão Apolo), BPEO e BEPTUR.

A PM frisa que é importante salientar que o cidadão deve registrar as ocorrências na delegacia, pois a PM trabalha a partir dos dados estatísticos de cada área.

Procurada pela reportagem, a Fundação Mário Leal Ferreira, órgão responsável pelo planejamento urbano e projetos de áreas públicas na capital baiana, não respondeu aos questionamentos. A matéria será atualizada assim que houver retorno da autarquia.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

No DF, 911 presos não voltaram de Saidões em 5 anos; 2% do total

Entre janeiro de 2020 e maio de 2024, ocorreram 911 fugas durante as saídas temporárias da Papuda, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal (Seape-DF). A cada “saídão“, deixaram as celas entre 1.141 e 2.157 presos. A taxa de fugitivos variou de 0,61% até 2,47% do total de beneficiados. No mesmo período, reeducandos

Morador de rua tentou matar agente da PF após discussão sobre comida

O homem em situação de rua que atirou pedras contra um agente aposentado da Polícia Federal iniciou as agressões após policial se negar a comprar um prato de comida para ele. O caso ocorreu na tarde deste sábado (25/5), na Quadra 303 do Sudoeste, área nobre do Distrito Federal. De acordo com o relato da

Mãe negociou virgindade da filha e obrigava ela a fazer programas

A Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) de Manaus (AM) deflagrou a Operação Resgate, na quinta-feira (23/5), e prendeu em flagrante três pessoas envolvidas em estupro de vulnerável, exploração sexual e favorecimento à prostituição contra uma adolescente de 13 anos. A ação policial foi deflagrada em um motel situado no bairro Gilberto