Nunes processa Boulos por declaração sobre ‘roubo’ na Prefeitura de SP

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O prefeito Ricardo Nunes (MDB) entrou com uma ação por danos morais contra o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) por acusá-lo de roubar na Prefeitura de São Paulo.

As declarações foram dadas pelo psolista em um podcast. Nunes pede indenização de R$ 50 mil por danos morais contra seu adversário na pré-campanha à Prefeitura de São Paulo.

Boulos comentava a Emenda à Constituição que se refere às saidinhas temporárias dos presos. Na ocasião, afirmou que quem cometeu crimes violentos deve ser preso.

“Aliás, isso não é cumprido com muita gente, a começar por algumas pessoas, como o prefeito de São Paulo, que tem roubos claros e está aí, e segue governando”, disse.

Nunes, durante evento da prefeitura nesta sexta-feira (19), afirmou que Boulos faz acusações sem provas e passa o tempo inteiro lhe agredindo.

“Acho que é algo muito ruim, que inclusive pesa contra a democracia. A questão da democracia também é a gente poder ter o direito de todos poderem se expressar, mas respeitando, evidentemente, a integridade moral das pessoas”, disse.

No embate jurídico entre os adversários, Boulos acionou o Ministério Público para que a gestão de Nunes seja investigada pela contratação de empresas de ônibus ligadas ao crime organizado.

No pedido, ele afirma haver “absoluta inexistência de salvaguardas para prevenir a penetração de organizações criminosas em contratos de concessão pública na cidade e, sobretudo, a autodeclarada impotência dos atuais gestores municipais para fazer frente a essa situação degradante”.

A ação do deputado afirma ainda que “não apenas seria evidentemente possível tomar medidas preventivas como a legislação vigente já dispõe de instrumentos básicos para melhor controlar a idoneidade das empresas que mantêm vínculos contratuais com a Prefeitura e com as suas empresas públicas”.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Lula manifesta pesar pela morte do presidente do Irã

 O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou, nesta segunda-feira (20), a morte do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e do chanceler do país, Hossein Amir Abdollahian. Neste domingo (19), o helicóptero que transportava as autoridades caiu, sob forte neblina, em uma área montanhosa no noroeste iraniano. “Minhas condolências aos familiares de todas as vítimas, ao

Liverpool anuncia Arne Slot, ex-técnico do Feyenoord, como substituto de Jürgen Klopp

O Liverpool anunciou nesta segunda-feira (20) o holandês Arne Slot como o novo treinador. Ele vai ficar no lugar de Jürgen Klopp que deixou o time após oito anos. “Podemos anunciar que Arne Slot fechou acordo para se tornar o novo técnico do clube, assumindo formalmente o cargo em 1º de junho de 2024, sujeito

Lula pede liberdade de Julian Assange, que ganhou direito a novo recurso na Justiça britânica

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu neste domingo, 19, a libertação do jornalista Julian Assange, fundador do site WikiLeaks, detido desde 2019 em uma prisão de segurança máxima em Londres. "Espero que a perseguição contra Assange termine e ele volte a ter a liberdade que merece o mais rápido possível", escreveu o presidente