“O STF vai precisar arrumar essa bagunça que ele mesmo criou”, diz advogado sobre derrubada da tese da revisão da vida toda

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Com a derrubada da tese que autorizou a chamada revisão da vida toda pelo próprio Supremo Tribunal Federal (STF) em março, aposentados que planejavam utilizar o dispositivo para recalcular os valores recebidos estão com o horizonte incerto. 

 

A Corte derrubou o seu próprio entendimento durante o julgamento de duas ações de inconstitucionalidade contra a Lei dos Planos de Benefícios da Previdência Social (Lei 8.213/1991). Na ocasião, por 7 votos a 4, os ministros decidiram que os aposentados não têm direito de optarem pela regra mais favorável para recálculo do benefício.

 

“Agora é muito claro que não tem mais cabimento de aposentados ingressarem com novos processos para tentar revisão da vida toda já que o STF diz que não cabe”, pontuou o advogado especialista em direito previdenciário, Eddie Parish, em entrevista ao Bahia Notícias no Ar, na Salvador FM 92,3, apresentado por Rebeca Menezes nesta quarta-feira (17). 

 

“A grande dúvida é: o que acontecerá com os processos que já tinham sido protocolados que foram protocolados com base em decisões do próprio STF? Agora ele precisa dizer como é que ele vai arrumar essa bagunça que ele mesmo criou”, ponderou.

 

Como explicou Parish, o STF ainda vai julgar o processo que trata diretamente da revisão da vida toda, que autoriza recalcula a aposentadoria com base em todas as contribuições feitas ao longo da vida. Desta forma, a regra de transição feita pela Reforma da Previdência de 1999, que excluía as contribuições antecedentes a julho de 1994, quando o Plano Real foi implementado, pode ser afastada caso seja desvantajosa ao segurado.

 

“E aí a gente está na expectativa dos julgamentos dos embargos de declaração do processo de revisão da vida toda que estava previsto para o começo do mês de abril, mas que a pedido dos ministros foi retirado de pauta. Imagino eu que para que eles possam raciocinar melhor de como será feita a decisão para equilibrar essas contradições criadas com esses julgamentos”, frisou. 

 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Operação policial em Lauro de Freitas resulta na prisão de suspeitos de tráfico

Políciais Militar da 81ª Companhia Independente deteve, na noite de quarta-feira (29), dois indivíduos suspeitos de estarem envolvidos com o tráfico de drogas, na área de Itinga, situada no município de Lauro de Freitas.   Os oficiais estavam realizando um patrulhamento ostensivo quando avistaram dois homens que, ao notarem a presença da polícia, tentaram fugir

Mãe e irmão de Djidja Cardoso são presos em Manaus

Cleusimar Cardoso e Ademar Cardoso, mãe e irmão da ex-sinhazinha do Boi Garantido, Djidja Cardoso, que faleceu nesta semana, tiveram a prisão preventiva decretada pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e foram detidos nesta quinta-feira (30/5), em Manaus. Além dos familiares, três funcionários do salão de beleza Belle Femme, que Djidja era sócia, também

Em Guanambi, homem com mandado de prisão em aberto é preso

Um homem acusado de receptação foi preso, nesta terça-feira (28), em Guanambi, pelo 17º Batalhão de Polícia Militar. O suspeito possuía um mandado de prisão em aberto. As informações são do site Achei Sudoeste, parceiro do Bahia Notícias.   A Polícia Militar recebeu informações de que um homem teria comprado objetos oriundos de um furto