‘Quero acreditar que fechamos acordo sobre Perse’, diz Haddad, após reunião com Lira

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto


53468866293 532e09e653 h

“Quero acreditar que fechamos acordo sobre Perse”, disse o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, nesta terça-feira (23), após sair de uma reunião com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e líderes partidários. Haddad participou de um almoço com os parlamentares para fechar um consenso em torno da proposta para a votação do projeto de lei que reformula o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse). De acordo com ele, houve acordo tanto na definição de um custo fixo de R$ 15 bilhões até 2026, quanto na criação de uma regra de habilitação prévia junto à Receita Federal, em que as empresas deverão se habilitar antes de receberem o benefício.

O ministro disse ainda que, limitado o valor da renúncia fiscal, o número de CNAEs que serão beneficiados pelo programa torna-se indiferente para a equipe econômica. A decisão sobre quais setores serão abrangidos pelo Perse deve ser tomada pelos próprios parlamentares.

Em uma outra reunião com Haddad nesta segunda (22), líderes já haviam concordado que o parecer apresentado pela relatora do Perse, deputada Renata Abreu (Podemos-SP), poderia abrir brecha para que o programa custasse mais do que os R$ 15 bilhões. A ideia defendida no encontro era de que essa proposta deveria ser alterada.

*Com informações do Estadão Conteúdo

 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

BNDES aprova financiamento de R$ 117 milhões para prevenção de desastres climáticos no Rio

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, anunciou na manhã desta segunda-feira (27), a aprovação de um financiamento de R$ 117 milhões para ações de monitoramento, prevenção e resposta a desastres climáticos no município do Rio de Janeiro. O apoio do banco de fomento corresponderá a 90% do investimento

Os ataques de Malafaia contra Alexandre de Moraes na Marcha pra Jesus

No último sábado, 25, durante a Marcha para Jesus no Rio de Janeiro, o pastor Silas Malafaia intensificou seus ataques ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O evento, que reuniu milhares de evangélicos e contou com a presença de diversos políticos bolsonaristas, foi palco para Malafaia proferir duras críticas e xingamentos

Se a esposa do Rina abrir a boca, a Bola de Neve fecha?

As graves acusações contra a Igreja Bola de Neve, sobretudo contra seu líder e fundador, apóstolo Rina, provocaram a atuação de um grupo criado para gerenciar crises. O caso se intensificou quando Alexandra e Rodolfo Abrantes, ex-membros da igreja, vieram a público para falar sobre o que viveram quando congregavam na igreja. O caso acabou