Tribunal do PCC: polícia resgata refém condenado à morte na Grande SP

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

São Paulo — A Polícia Civil resgatou nesse domingo (21/4) um homem de 32 anos que foi feito refém pelo Primeiro Comando do Capital (PCC), em Santo André, no ABC paulista, na Grande São Paulo.

Segundo os policiais, a vítima tinha agredido um integrante da facção criminosa em uma comunidade da região. Por isso, foi levado a um “tribunal do crime” e condenado à morte.

A polícia afirma que o homem de 32 anos foi sequestrado em São Bernardo do Campo, cidade vizinha no ABC, e levado para a quadra de uma escola de samba em Santo André, onde foi realizado o seu “julgamento”.

Além dele, outro homem teria participado da agressão ao membro do PCC e não estava no local no momento da incursão policial.

Com frequência, a facção costuma realizar “debates” para decidir os destinos de desafetos e também de outros integrantes do mundo do crime que infringem as suas próprias regras.

Os “julgamentos” são feitos à semelhança daqueles que ocorrem nos tribunais comuns. Como no caso ocorrido nesse domingo, no ABC, as “sentenças” incluem até a possibilidade de execução do “réu”.

Segundo a Polícia Civil, foram realizadas diligências e agentes do Grupo de Operações Especiais de Santo André (GOE) conseguiram prender em flagrante cinco homens por sequestro e cárcere privado, associação criminosa e homicídio tentado.

A polícia afirma que os detidos foram levados ao 6º Distrito Policial de Santo André e ficaram à disposição do Poder Judiciário.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Julgamento de Sergio Moro no TSE é suspenso; entenda

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, suspendeu na quinta-feira (16) o julgamento do processo que pode levar à cassação do senador Sergio Moro (União-PR). A causa para o adiamento foi uma sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) que estava marcada para a tarde do mesmo dia.   A audiência do TSE

Santo André: juiz suspende compra de área por R$ 67 mi pela prefeitura

São Paulo — A Justiça paulista suspendeu, em caráter liminar (provisório), uma lei da gestão do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), que previa a desapropriação de um terreno ocupado por cerca de 500 famílias pelo valor de R$ 67 milhões na cidade da Grande São Paulo. Na decisão, da última quarta-feira (15/5), o

Atendendo a pedidos do Congresso e AGU, Zanin suspende liminar e retoma desoneração da folha

O ministro Cristiano Zanin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu suspender, nesta sexta-feira (17), a liminar que interrompeu prorrrogação da desoneração da folha de pagamento para 17 setores da economia e municípios. Com isso, ainda que provisoriamente, foi retomada a validade de lei aprovada pelo Congresso Nacional que estendeu o benefício. A liminar será submetida