Unicorp promove debate sobre proteção de direitos dos Povos indígenas na Bahia nesta sexta

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

A Universidade Corporativa Ministro Hermes Lima (Unicorp), do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), vai promover nesta sexta-feira (19) a “Roda de Conversa: Proteção de direitos dos Povos indígenas na Bahia”. 

 

O encontro será realizado das 10h às 12h, em formato híbrido: na sala de aula 1 da Unicorp, no TJ-BA, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), com 40 vagas presenciais, e pelo canal da Unicorp no Youtube. As incrições podem ser feitas clicando aqui. 

 

Voltada para magistrados, servidores, e público em geral, a ação tem como objetivo valorizar a diversidade sociocultural e linguística, tradições culturais e a organização social, política e econômica das tribos existentes no estado. 

 

O diretor-geral da Unicorp, desembargador Jatahy Júnior, afirmou que vai compor a Mesa de Abertura do evento ao lado da coordenadora-geral da Unicorp, juíza Isabella Lago. “Além de prestarmos uma homenagem aos indígenas pela passagem de tão importante dia, vamos alimentar a rede que se preocupa e discute os desafios, e busca soluções para a proteção e a preservação dos direitos dos povos indígenas na Bahia”, informou ele.

 

A mediação será do desembargador Lidivaldo Britto, presidente da Comissão Permanente de Igualdade, Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos Humanos do TJBA. Em transmissão online, participam, direto de Santa Cruz Cabrália, no Sul baiano, o ativista dos Direitos Humanos e Indígenas, Marcley Souza, e a coordenadora da Confederação Nacional dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares do Brasii (Conafer), Kãdara Pataxó.

 

Além disso, também vão participar da roda de conversa a promotora de Justiça Luciana Khoury, coordenadora no Ministério Público do núcleo de defesa da Bacia do São Francisco; Jerry Matalawê, coordenador de Políticas para Povos Indígenas da Bahia na Superintendência de Políticas para Povos Indígenas, da Secretaria de Promoção da Igualdade e dos Povos e Comunidades Tradicionais do Estado da Bahia; e Kahu Pataxó, presidente da Federação Indígena dos Povos Pataxó e Tupinambá no Sul e Extremo Sul da Bahia.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Rodoviários e patrões se reunirão no TRT na próxima segunda para discussão sobre dissídio coletivo

Em mais uma tentativa de impedir uma greve geral no transporte público de Salvador, o Sindicato dos Rodoviários e a Integra, associação que representa as empresas de ônibus, terão uma audiência de conciliação do dissídio coletivo no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-5) na próxima segunda-feira (27) às 11 horas.    A segunda reunião da mediação

Carro de presidente da Câmara de SAJ é encontrado em Itaparica

O veículo do presidente da Câmara de Santo Antônio de Jesus, Francisco de Assis Lima Damasceno, Chico de Dega (MDB), foi localizado na ilha de Itaparica, nesta sexta-feira (24), segundo informações obtidas com exclusividade pelo Blog do Valente, parceiro do Bahia Notícias.   Segundo informações, os criminosos atravessaram o ferry-boat saindo de Salvador em direção

TJSP nega novo pedido de liberdade e mantém motorista do Porsche preso

São Paulo – O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) decidiu manter a prisão do empresário Fernando Sastre Filho, de 24 anos, que é acusado de dirigir embriagado, bater seu Porsche em alta velocidade e provocar a morte de um motorista de aplicativo na zona leste de São Paulo. O julgamento sobre o novo