Veja como lavar garrafas de água para evitar o acúmulo de bactérias

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O consumo de água é essencial para manter o bom funcionamento do organismo e, com o crescimento da preocupação com a saúde, as pessoas criaram o hábito de levar garrafas de água para todos os lugares para aumentar a ingestão da bebida. Apesar do acessório ser um grande facilitador, é necessário higienizar corretamente para não ter prejuízos.

Entre as pessoas que não vivem sem garrafinha de água reutilizável está Carl Behnke, professor associado na escola de gestão de hospitalidade e turismo da Universidade de Purdue. De acordo com o site Fortune, o pesquisador ficou assustado ao descobrir um “biofilme” no interior de sua garrafa de água enquanto a limpava.

Garrafas de água reutilizáveis se tornaram indispensáveis Por ser uma pessoa que entende de segurança alimentar, Carl Behnke ficou preocupado ao perceber que tinha falhado na limpeza do objeto. “Percebi que provavelmente não fui tão diligente ao limpar minha garrafa de água quanto deveria”, disse ele. “E isso me deixou curioso: se alguém que entende de segurança alimentar não é diligente, o que acontece com todos os outros?”, completou.

Após perceber que a higienização correta das garrafas reutilizáveis é um tema que merece atenção, o professor, junto a um grupo de acadêmicos e cientistas, elaborou um estudo sobre como os níveis de contaminação de garrafas reutilizáveis ​​são afetados pelos comportamentos de uso e limpeza.

Com as descobertas do estudo, os pesquisadores perceberam que as pessoas precisam mudar práticas e hábitos de manuseio das garrafas para evitarem a proliferação de fungos e bactérias, que podem causar doenças graves.

É comum as pessoas apenas enxaguarem as garrafas e não lavá-las com frequência, mas isso permite que a sujeira acumule. Eles dividiram a pesquisa em duas seções, a primeira analisou tipo, idade da garrafa, frequência de uso e líquidos que colocavam dentro dela (água, sucos, energéticos, etc.). A segunda seção via os comportamentos de limpeza, como métodos e frequência de higienização.

Garrafas de água podem estar cheias de fungos e bactérias Para Behnke, a maneira como as pessoas usam garrafas de água a tornam o ambiente ideal para o desenvolvimento bacteriano por ter umidade, contaminação e, em alguns casos, temperaturas quentes.

A professora assistente de medicina – doenças infecciosas no Baylor College of Medicine, Yuriko Fukuta concordou: “Tocamos constantemente nossas garrafas de água com a boca e as mãos, por isso é fácil transmitir bactérias a elas, e então elas simplesmente crescem.”

Fukuta também alertou para as doenças que as sujeiras presentes nos recipientes podem causar. “Em alguns casos, isso pode deixá-lo doente, especialmente se você tiver um sistema imunológico mais fraco”, disse ela ao Fortune.

Como cuidar das garrafas de água corretamente Colocar apenas água

Para diminuir a proliferação de bactérias, deve-se colocar apenas água nas garrafinhas reutilizáveis porque energéticos, chás, suplementos e outras bebidas podem aumentar o número de bactérias.

Não expor ao calor

Deixar as garrafas de água sempre longe de locais quentes ajuda a controlar as bactérias. “Não deixe sua garrafa de água dentro do carro e depois beba”, disse Fukuta. “As temperaturas quentes e o tempo aceleram o crescimento dos germes”, destacou.

Enxágue diariamente

De acordo com Behnke, é crucial enxaguar a garrafa todos os dias e, uma vez por semana, lavar bem a garrafa com água. Ele sugere fazer a higienização à mão e com uma escova especial para lavar o utensílio. “Lavo-a uma vez por semana, usando um bom detergente, uma escova para mamadeiras e um spray de alvejante Clorox ”, explicou Behnke,

Escova para lavar garrafas ajuda a remover sujeiras e diminuir bactérias Além da lavagem, é preciso deixar a garrafa de cabeça para baixo em um escorredor e não guardar enquanto não estiver completamente seca para que ela não se transforme em um criadouro de germes.

Não compartilhe

Dividir garrafas de água com outras pessoas pode aumentar ainda mais o crescimento de bactérias. “Se for sua saliva e apenas água, não é grande coisa, mas se você compartilhar, estará introduzindo outros contaminantes”, salientou Behnke.

Use garrafas com boca larga

Escolher frascos de água com a boca larga ajuda a diminuir o crescimento bacteriano. Para Fukuta, esse tipo de garrafa facilita a limpeza e a secagem. A professora também indica opções com canudo embutido para não precisar colocar as mãos perto da saída do líquido.

Caso ainda tenha resquícios de sujeira mesmo após uma boa higienização, é recomendado trocar a garrafa por uma nova para evitar o contato com bactérias.

Para saber mais, siga o perfil de Vida&Estilo no Instagram

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Declarações de Billie Eilish deixam fãs de Taylor Swift revoltados

Billie Eilish esteve a falar com os fãs numa conversa promovida pela plataforma de streaming StationHead. Quando foi questionada sobre se na próxima turnê iria interpretar a totalidade do seu novo álbum, 'Hit Me Hard And Soft', a cantora rejeitou a possibilidade e explicou porquê. "Isso significaria que os meus shows seriam muito longos. Se

Após polêmica com Rafa Kalimann, Globo toma atitude com atores

A coluna Fábia Oliveira, que tem amigos espalhados por todos os cantos, descobriu que a TV Globo decidiu tomar uma atitude com os atores do elenco da novela Família É Tudo, após uma polêmica envolvendo Rafa Kalimann. O nome da influenciadora tem estado em evidência, após a jornalista Anna Luiza Santiago, da coluna Play do

Fã se acidenta ao subir no palco durante show de Gusttavo Lima

Mulher perde o equilíbrio e é atingida por case de caixa de som durante apresentação no Mato Grosso; estado de saúde não foi divulgado Reprodução/Instagram/gusttavolima A assessoria de Gusttavo informou que a fã foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros presente no local Uma fã sofreu um acidente ao tentar subir no palco durante o show