Vulcão Ruang, na Indonésia, entra em erupção novamente e provoca alerta máximo

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos


1b9e999443cd9cee954640cdb2796e82756f5da7

O vulcão Monte Ruang, na Indonésia, entrou em erupção novamente nesta terça-feira (30), o que forçou a saída dos moradores e o fechamento do aeroporto internacional mais próximo, informou a agência vulcanológica do país. As autoridades alertaram que a ameaça do vulcão não terminou mesmo após várias erupções em abril. Mais de seis mil pessoas em Ruang e outras áreas próximas deixaram a região no início do mês. O vulcão liberou uma coluna de cinzas com mais de cinco quilômetros de altura. A agência voltou a impor uma zona de exclusão de seis quilômetros ao redor do local e alertou a população da área que devem permanecer atentos à “possibilidade de lançamento de rochas incandescentes, nuvens quentes e tsunamis provocados pela queda de material vulcânico no mar“.

cta_logo_jp

Mais de 800 pessoas vivem em Ruang e todas deixaram a área após as erupções das últimas semanas. As autoridades também voltaram a fechar o Aeroporto Internacional Sam Ratulangi, na capital da província de Manado, a mais de 100 quilômetros de distância, segundo um alerta da agência de controle de tráfego aéreo ‘AirNav Indonesia’. A Indonésia, um extenso arquipélago no sudeste asiático, fica no chamado “Círculo de Fogo” do Pacífico e registra atividade sísmica e vulcânica com frequência.

*Com informações da AFP

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Míssil que transportava satélite espião da Coreia do Norte explode no ar

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O míssil lançado pela Coreia do Norte em direção ao Japão explodiu no ar. Governo norte-coreano diz que o lançamento do satélite "falhou" após um defeito no motor do foguete. Imagens da rede japonesa NHK mostram o projétil em chamas no nordeste da China. Míssil explodiu minutos após o lançamento.

Israel prossegue com ofensiva e envia tanques ao centro de Rafah

Bombardeios israel enses em Rafah mataram pelo menos 21 civis palestinos nesta terça-feira (28), segundo dados do ministério da Saúde de Gaza, que é controlado pelo grupo terrorista Hamas. Os bombardeios ocorrem em meio a intensos combates na cidade do sul do enclave palestino. Uma operação militar israel ense realizada no inicio de maio fez com que quase um milhão de civis palestinos fugissem de Rafah, cidade que abrigou muitos palestinos nos últimos meses da guerra por conta dos combates no norte e no centro de

Espanha, Irlanda e Noruega reconhecem oficialmente Estado da Palestina

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Espanha, Irlanda e Noruega reconheceram oficialmente, nesta terça-feira (28) o Estado da Palestina, quase uma semana depois de anunciar conjuntamente a decisão, que provocou uma crise dos países europeus com Israel. A medida foi encabeçada pelo governo da Espanha, cujo primeiro-ministro, o socialista Pedro Sánchez, é um dos líderes mais