Após pedido de vista da oposição, projeto Bahia Pela Paz vai completar mais de 50 dias parado na AL-BA

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Parado há 45 dias na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o projeto de lei que institui o programa Bahia pela Paz (PL 25.233/2024) vai continuar assim, já que a bancada de oposição na Casa, liderada pelo deputado Alan Sanches (União), pediu vista durante a sessão plenária na Casa nesta terça-feira (7) adiando a votação do projeto para a próxima semana. O PL foi entregue pelo governador Jerônimo Rodrigues (PT) ao Legislativo Estadual no dia 13 de março. 

Após o pedido de vista, o projeto vai completar 52 dias parado na AL-BA até ser pautado novamente na próxima terça-feira (14). A manobra já era esperada, uma vez que mais cedo, em conversa com o Bahia Notícias, Alan Sanches já havia dito que “até agora não existe nenhum acordo” para que a matéria entre na ordem do dia. 

Sanches ainda afirmou, que a matéria não descreve o impacto orçamentário do programa nas contas públicas do Estado nem faz o detalhamento de como os recursos serão aplicados.

“Como é que vamos votar um projeto numa área tão importante que é a segurança pública com um orçamento às cegas? O Governo do Estado precisa apresentar um plano claro e objetivo para esta Casa, e não apenas pedir autorização para fazer as mudanças orçamentárias que forem necessárias”, disse o líder da minoria. 

Na semana passada, o presidente do Legislativo, Adolfo Menezes (PSD), justificou que o PL 25.233 não entrou na pauta de votação em decorrência do feriado de 1º de maio, que fez com que muitos deputados viajassem para suas bases eleitorais.

Na ocasião, ele pontuou que “seguramente, na próxima terça-feira [hoje] teremos a votação desse projeto que é importantíssimo aqui pra Bahia, que se trata de paz, então todos os deputados estão imbuídos da aprovação desse projeto”, afirmou Menezes.

O programa Bahia Pela Paz, que é a principal aposta do governo Jerônimo Rodrigues (PT),  na área da segurança pública, foi colocado para apreciação por duas vezes na AL-BA, mas não avançou por falta de quórum. Inclusive, esses entraves também foram gerados devido à falta de acordo entre os líderes das bancadas do governo e da oposição.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Parque de Exposições de Salvador é reservado para 11 dias de festa do São João 2024 com início no dia 13 de junho

A capital baiana terá o clima de interior do São João com festa prolongada. A cidade, que desde 2017 vem apresentando uma grade de atrações convidativa para quem não deixa Salvador durante o período junino, ganhou 11 dias de festa.   As informações foram obtidas pelo Bahia Notícias. O evento, que é organizado pela Superintendência

Tony Ramos recebe alta de hospital após passar por duas cirurgias, diz boletim médico

GABRIEL VAQUERARACAJU, SE (FOLHAPRESS) - Tony Ramos teve alta hospitalar nesta sexta-feira (24), uma semana após passar por uma cirurgia que retirou um coágulo de seu cérebro. O ator de 75 anos continuará sua recuperação em casa."O Hospital Samaritano Botafogo informa que o ator Tony Ramos recebeu alta hospitalar na manhã dessa sexta-feira (24/5)", diz

Rafa Kalimann se pronuncia após suposto atrito com artistas de novela

Rafa Kalimann está estreando nas novelas em Família é Tudo. Entretanto, diversos boatos de que a atriz estaria em atrito com outros artistas da novela da Globo passaram a circular a web. Pelo Twitter, a ex-BBB se pronunciou e negou as informações. “Vocês sabem bem que isso é mentira e fazem questão de compartilhar. Voltamos