Assessora trans de Benny Briolly é agredida em saída de bar no RJ

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Assessora parlamentar da vereadora de Niterói Benny Briolly (PSOL), Ariela Nascimento foi agredida na madrugada deste domingo (4/5), com chutes e golpes de madeira. Ariela, que é transexual, estava acompanhada do namorado, Bruno Henrique, que é um homem trans.

O caso aconteceu na saída de um bar em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. A Polícia Civil investiga a situação e realiza diligências no local do crime. Benny Briolly lamentou a violência que ocorreu três dias após a Justiça do Rio ter condenado o deputado estadual Rodrigo Amorim (União Brasil) por transfobia contra ela.

Corpo ferido De acordo com Ariela, ela e o namorado estavam no bar, quando um homem começou a assediá-los. Ao deixar o estabelecimento, o casal foi surpreendido por um grupo que os esperava. Bruno também ficou machucado ao tentar defendê-la.

Após o ocorrido, a assessora buscou atendimento médico, prestou queixa e fez o exame de corpo delito.

“Meu corpo todo está com marcas profundas, meu rosto não é mais o mesmo e estou com medo do que pode acontecer com os golpes que eu tomei que chegaram a acertar meu silicone industrial que tenho nos seios, espero que haja justiça”, disse Ariela.

Solidariedade Benny Briolly desejou solidariedade a sua assessora e afirmou que a transfobia é um projeto político.

“Um absurdo toda a violação de direitos e agressões brutais direcionados ao seu corpo. Não descansaremos até que o ódio e a violência deixarem de mirar como alvo prioritário o corpo das pessoas trans. É inaceitável! Inadmissível”, afirmou a vereadora.

A parlamentar também disse que está dando suporte a Ariela e irá auxiliá-la nas medidas legais.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Número de adolescentes baleados em Salvador e RMS neste ano sobe para 24

Salvador e Região Metropolitana (RMS) têm sido cenário de uma onda de violência armada envolvendo adolescentes. Neste sábado (25), um adolescente, identificado como Rian Kaique, de 15 anos, foi vítima de múltiplos disparos na cabeça enquanto estava sentado em um banco na frente de uma residência na Rua Borges de Barros, no bairro de Imbassaí

Vídeo: após urinar na rua, delegado é desarmado em briga com morador

São Paulo — Um novo vídeo mostra a sequência da discussão que começou após o delegado Fernando Henrique Justino, de 37 anos, urinar em frente a um comércio, no Belém, na zona leste de São Paulo, na última sexta-feira (24/5). Ele foi baleado por um policial militar de folga logo em seguida. Nas imagens de

Vídeo mostra delegado urinando em frente a comércio: “Tem problema?”

São Paulo — Um vídeo feito por uma testemunha, na tarde da última sexta-feira (24/5), mostra um delegado da Polícia Civil urinando em frente a um comércio, na Rua Irmã Carolina, no Belém, zona leste de São Paulo, momentos antes de ser baleado por policial militar de folga. Nas imagens, publicadas pelo G1, o delegado