Hamas diz ter aceitado proposta e que cessar-fogo depende de Israel

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Após meses de impasses e diante da iminência de uma ofensiva terrestre contra Rafah, o Hamas disse ter aceitado nesta segunda (6) os termos para uma trégua na guerra que devasta a Faixa de Gaza. Segundo líderes da facção, o cessar-fogo agora depende de Israel para entrar em vigor. Horas depois, porém, uma autoridade israelense negou que as partes tenham chegado a um acordo, segundo a agência Reuters.

As negociações são mediadas por autoridades do Qatar, Egito e Estados Unidos. Se entrar em vigor, a trégua será a primeira desde a pausa de uma semana nos combates em novembro. Desde então, foram meses de tentativas fracassadas para interromper novamente os combates, libertar reféns e permitir mais a entrada de ajuda humanitária em Gaza.

O anúncio do grupo terrorista ocorreu horas depois de os militares israelenses terem ordenado o esvaziamento de parte de Rafah, cidade no sul de Gaza que abriga quase metade da população local. A cidade abriga cerca de metade dos 2,3 milhões de habitantes de Gaza, empurrados para o sul pelos ataques israelenses que já duram sete meses.

Havia preocupações de que as negociações de cessar-fogo que estavam sendo realizadas no Cairo tivessem sido paralisadas depois que Izzat al-Rashiq, oficial do Hamas, alertou que qualquer operação israelense em Rafah colocaria as negociações de trégua em risco.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Expectativa de vida mundial volta para patamar de 2012 por causa da Covid-19

Quatro anos depois de a Covid-19 ser declarada uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), um novo relatório foi divulgado, trazendo à luz o profundo impacto que a doença teve na expectativa de vida em todo o mundo. De acordo com o informe anual da OMS, houve uma redução significativa na expectativa de vida

Israel bombardeia Rafah apesar de ordem do Tribunal de Haia e anuncia ‘intenção’ de retomar negociações

Israel bombardeou a cidade de Rafah neste sábado (25), considerada crucial em sua guerra contra o Hamas, apesar da ordem da Corte Internacional de Justiça (CIJ) para suspender as operações na região sul da Faixa de Gaza. Testemunhas relataram bombardeios israelenses em Rafah, Khan Yunis, também no sul, e na Cidade de Gaza, no norte.

Chile: detido bombeiro suspeito de causar incêndio que matou 137 pessoas

"Foi emitido hoje [sexta-feira] um mandado de prisão contra o autor dos incêndios ocorridos em fevereiro na região de Valparaíso", declarou Eduardo Cerna, durante uma conferência de imprensa organizada após o final da investigação. O violento incêndio começou em 02 de fevereiro, em quatro focos simultâneos no Parque Natural do Lago Peñuelas, perto da cidade