Justiça ordena derrubada de muro em destino turístico no Extremo Sul baiano

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Uma decisão obrigou a retirada de um muro irregular construído pelo grupo empresarial responsável pelo “Arraial d’Ajuda Eco Parque” e “Condomínio Águas d’Ajuda”, em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento. Em caso de não haver a demolição, o grupo empresarial terá de arcar com multa.

 

Segundo o Radar News, parceiro do Bahia Notícias, a decisão foi tomada pelo juiz federal Pablo Baldivieso, da Subseção Judiciária de Eunápolis, na mesma região, na última terça-feira (7). Conforme o processo, que tramita desde 2007, o grupo empresarial já havia sido notificado para remover o muro, realizar o paisagismo do local e pagar indenização por danos causados ao patrimônio público.

 

Mesmo assim, não cumpriu os procedimentos. A sentença deve ser cumprida é de 30 dias. Ainda segundo informações, o muro, que se assemelha a um antigo forte militar, ocupa toda a área da praia e invade cerca de um quilômetro de extensão, o que impede o acesso entre as praias do Pescador e do Mucugê.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Rodoviários e patrões se reunirão no TRT na próxima segunda para discussão sobre dissídio coletivo

Em mais uma tentativa de impedir uma greve geral no transporte público de Salvador, o Sindicato dos Rodoviários e a Integra, associação que representa as empresas de ônibus, terão uma audiência de conciliação do dissídio coletivo no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-5) na próxima segunda-feira (27) às 11 horas.    A segunda reunião da mediação

Carro de presidente da Câmara de SAJ é encontrado em Itaparica

O veículo do presidente da Câmara de Santo Antônio de Jesus, Francisco de Assis Lima Damasceno, Chico de Dega (MDB), foi localizado na ilha de Itaparica, nesta sexta-feira (24), segundo informações obtidas com exclusividade pelo Blog do Valente, parceiro do Bahia Notícias.   Segundo informações, os criminosos atravessaram o ferry-boat saindo de Salvador em direção

TJSP nega novo pedido de liberdade e mantém motorista do Porsche preso

São Paulo – O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) decidiu manter a prisão do empresário Fernando Sastre Filho, de 24 anos, que é acusado de dirigir embriagado, bater seu Porsche em alta velocidade e provocar a morte de um motorista de aplicativo na zona leste de São Paulo. O julgamento sobre o novo