Mãe de Isabella Nardoni reage à liberdade de Alexandre: “Um absurdo”

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Mãe de Isabella Nardoni, Ana Carolina Oliveira se manifestou sobre a decisão da Justiça em libertar Alexandre Nardoni, pai e assassino da própria filha, condenado a 31 anos de prisão. Ele estava cumprindo pena no presídio de Tremembé, em São Paulo, e agora segue em regime aberto. “Um absurdo”, disse ao jornal O Globo.

“Minha filha não vai voltar, e ele está em total liberdade de fazer o que quiser, de continuar a vida, de estar aí pelas ruas, assim como eu, assim como você”, completou Ana sobre o crime que acontece em 2008.

A moça prosseguiu: “Então, é dolorido para quem é da família, é triste, é lamentável ver que a nossa Justiça permite com que isso aconteça”.

A matriarca ainda lamentou que pode esbarrar com um dos culpados de matar Isabella. Anna Jatobá, esposa de Alexandre na época, também foi condenada por ter participado do assassinato da menina:

“Saber que posso andar na rua e posso encontrar com ela, saber que a pessoa que matou a minha filha está aí, livre. E a minha filha nunca vai voltar. Nunca vou ter esse privilégio de poder ir à formatura dela”, declarou.

Ana Carolina ainda pontuou que existem falhas na lei e que segue para que hajam mudanças e os criminosos cumpram o ônus integralmente na cadeia. “Lamentável, um absurdo. Acho que hoje o mínimo que a gente tem que fazer, que é a minha luta, que é o que penso e idealizo, você pegou uma pena, precisa cumpri-la, pelo menos o período que você foi condenado”, enfatizou.

A defesa de Alexandre Nardoni solicitou a progressão da pena para o regime aberto, mas, inicialmente, teve parecer desfavorável pelo Ministério Público (MP). No entanto, o juiz José Loureiro Sobrinho considerou que o acusado manteve boa conduta dentro da prisão, além de ter cumprido mais da metade da pena.

Alexandre gozava do regime semiaberto e retornava para a unidade prisional fidedignamente, desde quando obteve o benefício, em 2019. Nessa segunda-feira (6/5), após a decisão judicial, ele foi reintegrado à sociedade.

No aberto, ele deverá ficar na propriedade que mora entre 20h e 6h, saindo apenas para trabalhar, sem frequentar, bares, casas de jogos ou “outros locais incompatíveis com o benefício conquistado”. O culpado também terá que comparecer de três em três meses à Vara de Execuções Penais.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Violão tocado por John Lennon é vendido por R$ 14,5 milhões

O violão usado por John Lennon na gravação do álbum e do filme Help!, em 1965, foi leiloado por US$ 2.857 milhões pela Julien’s Auctions. O valor arrecadado equivale a cerca de R$ 14,5 milhões.  Com 12 cordas, o modelo Hootenanny foi fabricado na Alemanha e se tornou o instrumento mais caro da história dos

Sheila Mello volta a falar sobre rumores de affair com Denny: “Não tenho problema de falar que beijo”

A dançarina Sheila Mello voltou a se pronunciar sobre os rumores de envolvimento dela com o cantor Denny Denan, vocalista da Timbalada. A notícia, que ganhou as redes sociais no início da semana após uma publicação do jornalista Felipeh Campos, informava que a ex-É O Tchan teria iniciado o relacionamento com Denny em 2023.  

Leilane Neubarth volta à TV aberta após 15 anos e fará especial LGBTQIA+ na Globo

(FOLHAPRESS) - Após 15 anos afastada da TV aberta, a jornalista Leilane Neubarth volta a aparecer na Globo, desta vez em um projeto especial. A apresentadora do Conexão GloboNews será a apresentadora do Falas de Orgulho, dedicado ao público LBGTQIA+. O programa será exibido no dia 21 de junho, uma sexta-feira, logo após o Globo