Mulher morre após ser atingida por cilindro de metal desgovernado

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Um cilindro de metal pesado soltou-se de um estaleiro de construção em Pittsburgh, na Pensilvânia, Estados Unidos, acabando por atingir e matar uma mulher que caminhava num passeio próximo.

O acidente ocorreu na sexta-feira no bairro de Oakland, onde está a ser construído o novo centro de desempenho esportivo da Universidade de Pittsburgh, revelou a polícia, citada pela Associated Press.

O cilindro teria sido derrubado ou se soltou de uma peça de equipamento pesado e, depois, rolou várias centenas de metros ao longo de uma colina, passando por uma vedação e chegando ao passeio onde a mulher caminhava com colegas do Hospital Psiquiátrico Ocidental do Centro Médico da Universidade de Pittsburgh. Em seguida, o atravessou uma estrada antes de parar ao embater numa carrinha.

A mulher, que sofreu um traumatismo craniano, morreu no local pouco tempo depois.

O seu nome não foi divulgado e não foram registados outros feridos no acidente, que está a ser investigado.

Leia Também: Avião faz pouso de emergência em praia de Nova Iorque; vídeo

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Chefe de gabinete de Javier Milei renuncia na Argentina após dias de especulação

BUENOS AIRES ARGENTINA (FOLHAPRESS) - Após dias de especulação sobre conflitos internos, o chefe de gabinete do governo de Javier Milei na Argentina, Nicolás Posse, renunciou ao cargo na noite desta segunda-feira (27). Sua principal função era coordenar os trabalhos em conjunto dos ministérios. Em comunicado, a Casa Rosada disse brevemente que a saída de

‘Dia triste para os EUA’, diz Trump antes das alegações finais em seu julgamento

Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos declarou nesta terça-feira (28) que o processo penal no qual é réu “nunca deveria ter ocorrido” e descreveu esta terça-feira, o dia de alegações finais, como um “dia obscuro para os Estados Unidos”. “Hoje é um dia obscuro para os Estados Unidos. Este caso nunca deveria ter ocorrido”, afirmou

Bilionário dos EUA planeja viagem de submersível aos destroços do Titanic

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O investidor imobiliário e bilionário Larry Connor, dos Estados Unidos, disse que planeja ir ao local onde estão os destroços do Titanic para provar que a viagem é segura, mesmo após a implosão "catastrófica" do submersível Titan, da OceanGate, há quase um ano. Na ocasião, todos os cinco ocupantes morreram.