PM à paisana dá chute e mostra arma para entregador em GO. Vídeo

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Goiânia – Câmeras de segurança registraram o momento em que um policial militar à paisana agrediu um entregador de aplicativo, em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal (DF). As imagens mostram que o PM está com a arma em punho a aparece dando um chute na vítima, que estava na porta do trabalho.

O caso aconteceu na última sexta-feira (3/5), no Jardim Céu Azul. O vídeo mostra quando o entregador conversa com um homem de boné. Ele se afasta e tira uma foto da placa do carro. Neste momento, o policial saca a arma da cintura e, com o homem de boné, empurram a vítima para a parede e o agridem.

Veja as imagens:

 

Sem farda De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO), registrado na Polícia Civil (PC), ao ver as imagens da câmera, a dona do local chamou a polícia pensando que o entregador estava sendo assaltado. Quando a equipe policial chegou, a vítima disse que foi abordada e agredida pelos dois homens que diziam ser policiais, mas não estavam fardados.

Os três foram levados para a delegacia e, conforme o BO, durante o depoimento, o entregador disse que os dois homens o pararam na moto. Pela falta de fardas e de viatura, a vítima disse à polícia que pensou que era um assalto e, ao ser abordado, decidiu tirar uma foto da placa do carro. Neste momento, foi agredido com socos e chutes.

O homem de boné, que, segundo o boletim, não é policial, disse que estava no carro com o policial e eles viram o entregador empinando a moto. Conforme a ocorrência, o suspeito foi convencido pelo policial a abordar a vítima e, no depoimento, confessou que deu tapas nele após ser chamado de “bandido”.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o policial ficou em silêncio durante o depoimento. Após isso, conforme relato da Polícia Civil (PC), o delegado verificou que o entregador estava com um ferimento na boca e escoriações no pescoço e, por isso, autuou o policial e outro homem por lesão corporal.

Até o momento, a PM não se manifestou sobre o caso.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

STF decide que União deve definir destino de valores obtidos com condenações e delações

Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que é de responsabilidade da União definir o destino de recursos obtidos com delações premiadas ou condenações criminais em casos em que a lei não prevê uma finalidade específica para esses valores.    O entendimento firmado pela Corte veda que o direcionamento dessas quantias seja fixado pelo

Policiais influencers são presos após compartilhamento nas redes sociais: “Violação de preceitos éticos”

Os policiais militares e influenciadores Alexandre Lázaro "Tchaca" e Ivan Leite cumprirão 15 dias de detenção no Batalhão de Polícia de Choque/ BPChq, em Lauro de Freitas.    De acordo com a Polícia Militar, a prisão dos agentes se deu após conclusão do processo de apuração de conduta disciplinar, por violação dos preceitos éticos e disciplinares

Ex-faxineira de Paula Lavigne e Caetano depõe e acusa ex-governanta

O inquérito sobre o desaparecimento de dólares na casa da produtora Paula Lavigne, casada com Caetano Veloso, ganhou novos contornos nesta segunda-feira (27/5), com o depoimento de uma ex-funcionária do casal, Andressa Carvalho Marques da Silva, que falou como testemunha e fez acusações contra a ex-governanta Edna Paula da Fonseca Santos. O caso veio a