Técnico do PSG se irrita com pressão para vencer o Borussia e desabafa: ‘Se não ganharmos, a vida continua’

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos


luis enrique psg

O técnico do PSG, Luis Enrique, mostrou irritação com a pressão de ter de ganhar do Borussia Dortmund e levar o PSG à decisão da Liga dos Campeões. O espanhol pediu paciência e admitiu que pensa em ganhar por dois gols de diferença para se garantir pode ser fatal. Cobrou respeito aos alemães e disse que a primeira missão é “vencer.” “Será um jogo difícil, mas estamos em casa e com nossos torcedores. O que sei dizer em francês é: ‘vamos vencer’. Estou confiante”, disse. “O objetivo não é vencer por dois gols, é vencer. Se pensarmos que temos de marcar dois gols, vai parecer muito distante. Temos de marcar um e assim o empate (na série) deixará o confronto equilibrado”, afirmou.

Questionado sobre quem se classifica e se a eliminação seria um fracasso, o técnico respondeu: “Esta é uma pergunta muito espanhola. E sempre no negativo. Se não ganharmos, a vida continua, haverá sol. E o sol quando sai em Paris é muito bonito. Nós, como esportistas e na vida, se não nos classificarmos, vamos aplaudir o adversário, mesmo que não tenha merecido. Vamos acordar decepcionados no dia seguinte, mas nos levantar e iniciar motivados a lutar para brigar por ida à final na próxima temporada”.

Gonçalo Ramos deve ser a novidade do treinador, com Mbappé pela esquerda e Dembélé na direita. Além de confiar no ataque, o técnico confia na força das arquibancadas por uma reviravolta – já fez 2 a 0 na fase de grupos atuando em casa. “O papel dos torcedores será vital. Os torcedores nos apoiarão totalmente, como durante toda a temporada”. PSG e Borussia se enfrentam nesta terça-feira, às 16h, pela semifinal da Champions League. Os alemães têm vantagem do empate, pois venceram de 1 a 0 o jogo de ida.

*Com informações do Estadão Conteúdo

 

 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Daniel Alves muda-se de cidade na Espanha após condenação por estupro

O ex-jogador Daniel Alves decide mudar-se para uma ilha na Espanha, deixando Barcelona. Ele optou por pagar uma fiança de um milhão de euros para aguardar em liberdade a decisão final do processo em que foi condenado por estupro. De acordo com a imprensa local, Alves busca se afastar dos holofotes e da mídia, escolhendo

Bill Walton, lendário pivô da NBA, morre aos 71 anos

O lendário Bill Walton, que fez sucesso na NBA durante as décadas de 1970 e 1980, morreu nesta segunda-feira (27). O ex-jogador, que conquistou dois títulos da liga com Portland Trail Blazers e Boston Celtics, lutava contra um câncer há bastante tempo. Além disso, Walton está no Hall da Fama do basquete e atuou como

Pep Guardiola planeja deixar o Manchester City em 2025, diz jornal

O renomado técnico Pep Guardiola, responsável por conduzir o Manchester City a conquistas históricas, está com os dias contados no clube. Segundo o jornal britânico “Daily Mail”, Guardiola planeja encerrar sua trajetória no time de Manchester ao término de seu contrato em junho de 2025. Com 53 anos de idade e 38 troféus em sua