TAGS

Trabalhadores baianos são resgatados em situação análoga à escravidão no ES

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Um grupo com 35 pessoas foi resgatado em condições análogas à escravidão em uma fazenda em Pancas, no Noroeste do Espírito Santo, na sexta-feira (3). Os trabalhadores relataram que saíram da Bahia para atuar na colheita do café, e chegaram ao estado capixaba no dia 10 de abril. As informações são do G1.

O grupo foi encontrado durante uma operação coordenada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e levado para um hotel, onde aguarda o pagamento dos valores rescisórios – estimados em R$ 169 mil – e a volta para o seu estado de origem.

O alojamento onde eles foram encontrados tinha banheiros sujos, colchões e colchonetes espalhados em um espaço que era dividido com a cozinha. Os ocupantes armazenavam comida em cima de uma mesa improvisada.

Segundo o MTE, os trabalhadores precisavam arcar com os custos para se alimentar e eram obrigados a pagar cerca de R$ 100 para fazer deslocamentos do alojamento até o local de trabalho. Além disso, tiveram valores entre R$ 380 e R$ 450 descontados do salário, que seria da passagem para trazê-los para o Espírito Santo.

Foi relatado ainda para os auditores que no local que dois dos empregados teriam adoecido à situação de trabalho e os colegas tiveram que dividir uma quantia em dinheiro para levá-los até o posto médico.

O grupo é formado por homens, mulheres e jovens menores de 18 anos. Todos foram levados para um hotel em São Domingos do Norte, município vizinho de Pancas, o pagamento dos direitos rescisórios e a volta para casa, os quais o empregador se comprometeu a realizar até segunda-feira (6).

De acordo com o MTE, o empregador foi enquadrado em duas condições dos Artigos 149 e 207 do Código Penal, que preveem como crimes aliciar trabalhadores, mantê-los em condições degradantes e não garantir o retorno ao local de origem da contratação. A denúncia ainda precisa ser apresentada ao Poder Judiciário pelo Ministério Público Federal.

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) também participaram da operação.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Pré-candidato à Prefeitura de Alagoinhas denuncia violência de política

O ex-prefeito e pré-candidato Prefeitura de Alagoinhas, Paulo Cezar (União), denunciou, neste domingo (26), um ato de violência política sofrido por ele durante campeonato de futebol no município.    Segundo o candidato da oposição ao atual governo municipal, o agressor seria um homem  conhecido como Jai, suposto irmão da vereadora Juci Cardoso (PCdoB), apoiadora do

Reunião entre rodoviários e patrões termina sem acordo; nova rodada de negociação acontece nesta terça

A reunião entre o Sindicato dos Rodoviários e a Integra - associação que representa as empresas dos transportes de ônibus de Salvador - realizada nesta segunda-feira (27), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-5), terminou novamente sem acordo entre as partes.  Apesar de não terem chegado a um consenso, rodoviários e empresários marcaram um novo encontro

Ação demole 38 casas interditadas após formação de cratera na RMS

Trinta e oito casas interditadas por conta de uma cratera foram demolidas em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Em abril passado, os moradores tiveram que deixar os imóveis devido às fortes chuvas que atingiram a região. Segundo o G1, a situação ocorreu no distrito de Menino Jesus.   Conforme a prefeitura, os moradores