TSE suspende prazos de ações que envolvem o Rio Grande do Sul

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, determinou a suspensão dos prazos de processos originários do estado do Rio Grande do Sul diante da situação de calamidade pública causada pelas fortes chuvas que atingem o estado. A interrupção da contagem tem vigência de 2 a 10 de maio.

A suspensão também vale para os processos cujas partes estejam representadas exclusivamente por advogados inscritos na seccional do Rio Grande do Sul da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RS).

A suspensão dos prazos relacionados ao TSE não se aplicará às medidas de urgência, como habeas corpus, mandados de segurança, tutelas de urgência e reclamações.

A medida acompanha o que havia sido decidido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e o Superior Tribunal de Justiça (STJ).

As enchentes que atingem o estado do Rio Grande do Sul deixaram, até o momento, 90 mortos, com 131 desaparecidos e 362 feridos. A informação é do boletim da Defesa Civil do estado divulgado nesta terça-feira (7/5).

São 1,4 milhão de pessoas afetadas pelas chuvas fortes em 397 municípios, mais de 156 mil desalojadas e outras 48 mil estão em abrigos do governo.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

SSP promove 2º Nivelamento Interfederativo para Guarda Municipais

A Secretaria de Segurança Pública iniciou, nesta segunda-feira (20), o 2º Nivelamento Interfederativo para Guarda Municipais. A solenidade foi realizada no Auditório Cap PM Grec, prédio administrativo da pasta, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).  A capacitação tem foco no aprendizado e na troca de experiências entre Guardas Municipais e as Forças da Segurança Pública.

“Deixa os melancias se virar”: no STF, PM explica frase sobre Exército

A Procuradoria-Geral da República (PGR) questionou, nessa segunda-feira (20/5), quatro dos sete policiais militares do Distrito Federal denunciados por supostas omissões relacionadas aos atos antidemocráticos de 8 de janeiro de 2023. O grupo, que já é réu, presta depoimento no Supremo Tribunal Federal (STF) de forma virtual. Na oitiva do coronel Marcelo Casimiro, então titular

Alice Portugal e Lídice da Mata se reúnem com Bruno Reis para debater futuro do Centro de Referência de Atenção à Mulher

Uma reunião entre o prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), e as deputadas federais Alice Portugal (PCdoB) e Lídice da Mata (PSB) ocorreu na manhã desta segunda-feira (20) para tratar do futuro do Centro de Referência de Atenção à Mulher Loreta Valadares, localizado nos Barris - que corre risco de fechamento -, e de outras