Hamilton diz que vai adotar sobrenome da mãe na Fórmula 1

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O heptacampeão mundial de Fórmula 1 Lewis Hamilton irá adotar o sobrenome de sua mãe, Carmen Larbalestier, para homenageá-la, disse o piloto britânico nesta segunda-feira, 14, em Dubai.
“O sobrenome da minha mãe é Larbalestier e estou prestes a adicioná-lo ao meu”, disse o piloto da Mercedes durante entrevista coletiva na exposição Dubai World Expo.>>Acompanhe as principais noticias do mundo do esporte
A mudança ocorrerá “em breve”, disse o britânico de 37 anos, que deverá correr sob o nome de Lewis Hamilton-Larbalestier.
“Não entendo muito a ideia da noiva perder o sobrenome quando se casa”, continuou o piloto.
O heptacampeão disse que a mudança de nome está “em andamento”, mas não acontecerá antes do primeiro Grande Prêmio do Bahrein, o primeiro da temporada 2022 da Fórmula 1, que será disputado no dia 20 de março.
Lewis Hamilton passou parte de sua infância com sua mãe, apesar do divórcio de seus pais quando ainda era criança.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Às vésperas de depoimento em CPI sobre manipulações, John Textor, da SAF Botafogo, brinca de skate em Saquarema

Enquanto promete apresentar provas de que identificou manipulação de resultados em partidas do Brasileirão de 2023, John Textor, bilionário dono da SAF Botafogo, decidiu usar seu tempo livre para andar de skate neste sábado. O controlador do Botafogo será o primeiro ouvido na CPI da manipulação de resultados e apostas esportivas no Senado, nesta segunda-feira

Max Verstappen vence GP da China de F1

O líder do Mundial de Fórmula 1, Max Verstappen (Red Bull), venceu o Grande Prêmio da China neste domingo (21), a primeira corrida de F1 no país desde 2019. O piloto holandês, que largou na pole position no circuito de Xangai, venceu superando o britânico Lando Norris (McLaren) e seu companheiro de equipe da Red

Arthur Nory fica com bronze na Copa Mundo de Doha, mas não consegue vaga olímpica

O ginasta brasileiro Arthur Nory conquistou a medalha de bronze na barra fixa da etapa de Doha da Copa do Mundo, mas não conseguiu vaga para a Olimpíada de Paris 2024. Caio Souza, outro atleta do Brasil na final da barra fixa, foi sexto com 14.366. Nory fez 14.566. Os atletas ainda tem chance de classificação