Nasa: mineira que descobriu asteroide faz ‘vaquinha’ por curso nos EUA

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Laysa Peixoto Sena Lage, de 18 anos, descobriu, em agosto de 2021, um asteroide em uma campanha lançada pela NASA, a Agência Espacial Americana, e o batizou de LPS 003, iniciais de seu nome. A jovem é moradora de Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Agora, a estudante de física da UFMG sonha em fazer um curso nos Estados Unidos e organiza uma “vaquinha” para atingir seu objetivo financeiro: R$ 15 mil. 

Além de ser reconhecida pela NASA, Laysa foi medalhista de prata na 23ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, em 2020, e chegou à final da Competição Internacional de Astronomia e Astrofísica, sendo contemplada com a medalha de bronze.

Paixão pelas estrelas

Desde criança, a física nutre uma paixão por astronomia e ciência, e resolveu participar do projeto �??Caça Asteroides�?� da NASA. Ela analisou o sistema solar com telescópios em sua casa. A NASA reconheceu e certificou a estudante pelo feito. No futuro, a jovem terá a oportunidade de nomear o asteroide oficialmente. 

Por causa dessa descoberta, a estudante foi convidada pela NASA para participar do curso �??Advanced Space Academy�?� que acontecerá em Huntsville, Alabama. Além disso, o embaixador da NASA, Gabe Gabrielle, fez o convite para ela ir ao Kennedy Space Center em Houston, no Texas. 

O curso oferece um treinamento intensivo de astronautas, simulando uma missão espacial. Laysa tem interesse em desenvolver sua carreira como Física e, futuramente, como piloto, representando o Brasil em prol da ciência e da educação. 

�??Dá um orgulho para nós mineiros saber que uma menina, de apenas 18 anos, fez uma descoberta que foi reconhecida pela NASA. Laysa é brilhante, não só na física, ela é violinista na orquestra Cefart do Palácio das Artes, escritora e vencedora de concursos. Sua paixão pelas estrelas já está fazendo história e tenho certeza que esse é apenas um passo de uma trajetória linda que ela terá pela frente�?�, destacou o subsecretário de Ciências, Tecnologia e Inovação de Minas Gerais, Felipe Attiê.

 *Estagiária sob supervisão do subeditor Eduardo Oliveira 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Quer ir além do Google? Veja como usar sites de pesquisa com IA generativa

Não é só você. Muitas pessoas acham que as pesquisas do Google estão piorando. E a ascensão dos chatbots de IA generativa oferece novas maneiras de pesquisar informações. Embora o Google venha sendo há décadas o balcão de referência, a ponto de "dar um Google" ser sinônimo de pesquisar online, sua dominância de longa data

Entenda regras do TSE para uso de inteligência artificial nas eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou na última terça-feira (27) as 12 resoluções eleitorais com as regras finais para a eleição municipal de outubro. O passo é obrigatório e deve ser realizado até 5 de março, no ano do pleito. Por meio desses normativos, os ministros do TSE buscam adaptar o processo eleitoral às mudanças

Apple cancelou modelo do Apple Watch com tela mais moderna

O site BGR noticiou esta semana que a Apple decidiu cancelar o desenvolvimento de um modelo do Apple Watch Ultra com tela microLED. A informação foi posteriormente corroborada pelo analista Ming-Chi Kuo, um dos nomes mais respeitados no que diz respeito a temas relacionados com a Apple. Kuo afirma que o motivo prende-se ao fato