Bolsonaro diz que há acerto para abertura de 1.250 vagas na PF e PRF: �??Foi o que deu para fazer�??

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta terça-feira, 3, que serão abertas 625 vagas na Polícia Federal e outras 625 na Polícia Rodoviária Federal. �??Ontem foi acertado mais 625 vagas para cada uma. Foi o que deu para fazer com o PLN 1. Os demais vão ter outra oportunidade, talvez ainda este ano, depois das eleições�?�, declarou o mandatário em conversa com apoiadores. Ele citou o projeto de lei aprovado pelo Congresso que destinou R$ 1,7 bilhão para bancar despesas com pessoal. Na segunda-feira, 2, no mesmo local, o chefe do Executivo anunciou que seriam 2 mil servidores convocados. �??Mil para cada um dá? Faz um aditivo e pede mil vagas para cada lado, pode ser? Acabei de falar com o Caio [do Ministério da Economia]. Fala você também para resolver�?�, disse Bolsonaro em ligação para o ministro da Justiça, Anderson Torres.

A medida tem o objetivo de conter a insatisfação em setores da PF e PRF. Entidades que representam a categoria organizaram manifestações na semana passada e cobram que Bolsonaro cumpra as promessas de valorização dos profissionais de segurança pública. Eles pedem reajuste salarial e reestruturação das carreiras. Em nota divulgada na semana passada, os policiais afirmaram que o governo age com descaso e �??total falta de vontade política para cumprir compromissos públicos firmados.�?�

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

PF mira trama golpista em depoimento conjunto de Bolsonaro e outros 22

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) prestou depoimento na tarde desta quinta-feira (22) à Polícia Federal sobre os planos discutidos no fim de 2022 para um golpe de Estado contra a eleição de Lula (PT) à Presidência da República. O depoimento foi marcado para iniciar às 14h30. Ex-ministros, ex-assessores, militares e aliados

Bolsonaro pode ser preso se incitar crime durante ato no domingo na avenida Paulista

(FOLHAPRESS) - Jair Bolsonaro (PL) pode ser preso se fizer apologia ou incitação ao crime durante manifestação convocada por ele na avenida Paulista, em São Paulo, neste domingo (25), afirmam especialistas. Os profissionais, entretanto, divergem sobre se a mera convocação do ato já poderia ensejar uma prisão preventiva, uma vez que o ex-presidente é investigado

Lula escolhe novo juiz, e TRE-PR deve marcar data do julgamento de Moro

(FOLHAPRESS) - O presidente Lula (PT) escolheu o advogado José Rodrigo Sade para a cadeira de juiz do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Paraná, corte que julgará o senador Sergio Moro (União Brasil) em um processo com pedido de cassação movido pelo PT e pelo PL. A nomeação de Sade, que figurava em uma lista