Lula atinge 63% das intenções de voto na Bahia; Bolsonaro tem 17%

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira, 18, coloca o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na liderança da corrida presidencial no Estado, com 63% das intenções de voto, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com 17% e Ciro Gomes (PDT), com 5%. João Doria (PSDB) e André Janones (Avante) aparecem com 2% e Simone Tebet (MDB), com 1%.

Apesar da vantagem significativa do petista, Bolsonaro teve um leve crescimento no Estado em comparação ao último levantamento, realizado em março, subindo dois pontos na pesquisa. Lula oscilou um ponto. Ambas alterações estão dentro da margem de erro, de 2,9 pontos porcentuais.

O atual presidente consegue reduzir a margem do petista na Bahia apenas entre eleitores evangélicos, em que vai a 30% das intenções de voto, contra 43% de Lula. O Estado soma 10,4 milhões eleitores, é o quarto maior colégio eleitoral do Brasil, equivalente a 6,9% do total.

Na pesquisa espontânea, Lula é lembrado por 45% dos entrevistados, número maior que o de indecisos: 38%. Bolsonaro tem 13% das intenções de voto nesse cenário, no qual o eleitor indica sua escolha sem se basear em uma lista definida de pré-candidatos. Lula deve ter papel significativo nas intenções de voto também para o governo, já que o pré-candidato do PT, Jerônimo Rodrigues, é desconhecido por 74% dos baianos.

O levantamento mostra ainda que 26% dos eleitores que votaram em Bolsonaro no segundo turno das eleições em 2018 preferem agora Lula.

A pesquisa Genial/Quaest na Bahia foi realizada entre os dias 13 e 16 de maio, de modo presencial. Foram 1.140 entrevistas em 74 municípios. A margem de erro é de 2,9 pontos, com 95% de nível de confiabilidade. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob os números BR-02283/2022 e BA-03239/2022.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Só governadores do PL foram ao ato de Bolsonaro em Copacabana

Não foi apenas o público ontem que esteve abaixo de outros atos promovidos por Jair Bolsonaro. O peso do palanque também diminuiu em Copacabana em relação às manifestações anteriores promovidas pelo ex-presidente. Ao decidir usar sua presença para promover candidaturas do PL às próximas eleições municipais, Bolsonaro não conseguiu levar ao Rio governadores que estiveram

Advogado de Lira figura em 1º lugar na lista tríplice à vaga de ministro do TST; veja demais escolhidos

O advogado Adriano Costa Avelino foi o nome escolhido para ocupar o primeiro lugar na lista tríplice formada nesta segunda-feira (22) pelo Pleno do Tribunal Superior do Trabalho (TST), destinada à vaga de ministro na classe da advocacia. A cadeira a ser ocupada é do ministro Emmanoel Pereira, que se aposentou em outubro de 2022. 

Diálogo com o Congresso continua e ofensa vinda de Lira é ‘episódio superado’, diz Padilha

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, reiterou que o diálogo entre o Planalto e o Congresso Nacional continua e disse que a tensão entre ele e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) é um "episódio superado". Em entrevista à CNN Brasil, Padilha foi questionado sobre o atrito entre ele e Lira