PT dá uma semana para diretório regional decidir candidato ao GDF

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE) do Partido dos Trabalhadores (PT) deu uma semana para que o diretório do Distrito Federal resolva, com os outros partidos que compõem a federação nacional, um nome para concorrer ao governo local. A decisão foi tomada durante reunião nesta terça-feira (3/5).

A nota oficial divulgada após a reunião tem como única certeza a de considerar a campanha de Lula para a presidência como �??central e prioritária para a disputa que se aproxima�?�. Já no âmbito do DF, ficou acordado que deveria haver diálogo interno, no decorrer desta semana, com os partidos PV e PCdoB �??a fim de construir uma unidade para a corrida eleitoral�?�.

O posicionamento é um grande recuo em relação ao que havia sido falado há cerca de três meses, quando o diretório regional afirmou que não abriria mão de uma candidatura com o nome do PT.

Oficialmente, o presidente do PT-DF, Jacy Afonso, diz que ainda não há definição alguma sobre qual será o nome da federação para concorrer ao GDF.

Nos bastidores, a informação é de que a direção nacional da sigla pediu para que Leandro Grass (PV) fosse o nome escolhido e a parte distrital teria pedido tempo para tentar costurar um acordo. Conforme já noticiado pelo Metrópoles, o próprio Lula estaria disposto a lançar Grass ao GDF.

O post PT dá uma semana para diretório regional decidir candidato ao GDF apareceu primeiro em Metrópoles.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Estados do Sul e Sudeste assinam pacto contra o crime organizado

Estados do Sul e do Sudeste firmaram no sábado, dia 2, um Pacto Regional de Segurança Pública para enfrentar o crime organizado. Um gabinete integrado de inteligência será criado para compartilhar informações e os policiais farão cursos conjuntos para aumentar a integração entre as forças de segurança e padronizar procedimentos e técnicas. O pacto propõe

Ministros do STF veem ilegalidade em anistia a Bolsonaro e preveem derrubada de medida

MATHEUS TEIXEIRABRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) afirmam nos bastidores que não há chance de uma possível anistia a Jair Bolsonaro (PL) ou a condenados por participação nos ataques de 8 de janeiro ter validade e ser implementada para livrar o ex-presidente e seus aliados de eventual julgamento na corte.

Barbeiro de 20 anos é condenado a 11 anos e seis meses de prisão por participar do 8 de Janeiro

O Supremo Tribunal Federal (STF) condenou nesta sexta-feira, 1º, o barbeiro piauiense João Oliveira Antunes Neto a 11 anos e seis meses de prisão por participação nos atos golpistas de 8 de Janeiro. Antunes Neto tem 20 anos, e além de barbeiro, se identifica como um "jovem cristão pregador do evangelho de Jesus Cristo". O