Senado aprova Proposta de Emenda à Constituição da Economia Solidária

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O Senado aprovou em segundo turno a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Economia Solidária. A PEC inclui a economia solidária entre os princípios da ordem econômica constitucional. A proposta tem um viés de redistribuição de renda no processo de produção e consumo. Os princípios da economia solidária são autogestão, democracia, solidariedade, cooperação, respeito à natureza, comércio justo e consumo solidário.ebc.png6271b4989dd7cebc.gif6271b49937b4b

A PEC já havia sido aprovada em primeiro turno no Senado em dezembro do ano passado. Agora, segue para a Câmara. A base da economia solidária são os empreendimentos coletivos (associação, cooperativa, grupo informal e sociedade mercantil). Atualmente, no Brasil, existem cerca de 30 mil empreendimentos solidários em vários setores da economia que geram renda para mais de 2 milhões de pessoas.

Em seu relatório, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) disse que o movimento da economia solidária teve o objetivo de combater a miséria e o desemprego gerados pela crise econômica que atingiu o Brasil na década de 1980.

�??Com o passar do tempo, o movimento da economia solidária se transformou em um modelo de desenvolvimento que promove não só a inclusão social, mas constitui uma alternativa ao individualismo exacerbado�?�, disse Vieira em seu relatório.

Segundo o senador, existem no Brasil, atualmente, cerca de 30 mil empreendimentos solidários, em vários setores da economia, que geram renda para mais de 2 milhões de pessoas. �??�? preciso, pois, fomentar a economia solidária por meio de políticas públicas, o que será facilitado pela sua inscrição entre os princípios da ordem econômica que constam do Art. 170 da nossa Constituição�?�, concluiu o relator.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Wanessa confessa que está com medo de cancelamento: “Todo mundo puto”

Wanessa Camargo está confinada no BBB 24 e revelou para Yasmin Brunet e Matteus que está com medo do cancelamento. A cantora confessou que não sabe como será recebida pelos amigos e familiares quando sair do reality show. “Já pensou meu pai não fala mais comigo? Eu tenho medo de chegar lá, estar todo mundo

Oposição questiona ida de Nunes a ato na Paulista em carro oficial

São Paulo — A deputada federal Sâmia Bonfim (PSol-SP) e a vereadora Luana dos Santos Alves Silva (PSol) protocolaram ofício no Ministério Público de São Paulo (MPSP) questionando a participação do prefeito da capital, Ricardo Nunes (MDB), no ato bolsonarista deste domingo (25/2) na Avenida Paulista, em São Paulo (SP). As parlamentares indagam o órgão

Bolsonaro chega acuado a ato e busca demonstrar força política contra investigações

MARIANNA HOLANDA E GABRIELA BILÓBRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Jair Bolsonaro (PL) aposta mais uma vez numa manifestação na avenida Paulista, em São Paulo, para tentar demonstrar seu capital político. Neste domingo (25), o ex-presidente tem como principal objetivo apresentar um retrato de que mantém apoio popular e, dessa forma, reagir ao avanço das investigações sobre