Anel Rodoviário: Zema lamenta mortes e diz que Rodoanel vai salvar vidas

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto
Governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) comentou neste sábado (11/6) o acidente entre quatro caminhões e cinco carros na noite dessa sexta-feira (10/6) no Anel Rodoviário de Belo Horizonte, na altura do Bairro Betânia, Região Oeste da capital mineira – duas pessoas morreram. Zema afirmou que a situação será diferente com a implementação do Rodoanel Metropolitano de BH.
“A omissão de décadas e a falta de planejamento fizeram mais vítimas ontem em um grave acidente no Anel Rodoviário de BH. Isso precisa mudar, e vai. O Novo Rodoanel Metropolitano facilitará o trânsito, salvando vidas”, escreveu no Twitter, na tarde deste sábado.

Obra do Rodoanel tem previsão de seis anos 

O governo de Minas lançou o edital do Rodoanel em janeiro de 2022, com previsão de conclusão de cinco a seis anos a partir do início das obras. O empreendimento tem estimativa de gasto total de R$ 5 bilhões, aproximadamente, sendo R$ 3 bilhões do Executivo estadual e o restante da futura concessionária.
A concessionária terá 30 anos para operar o Rodoanel. A B3 é parceira do governo de Minas na realização da licitação. Após expectativa de primeiro arremate em abril, um leilão acontecerá em julho.
Zema complementou, também via redes sociais, dizendo que espera uma venda. “Depois de estudos e muito diálogo, se não houver mais quem atrapalhe, o leilão das obras está previsto para 28/7”.
A verba a ser empenhada pelo governo no Rodoanel será proveniente do acordo da Vale, assinado em fevereiro de 2021, pela tragédia em Brumadinho. Em 25 de janeiro de 2019, uma barragem de rejeitos minerais se rompeu na cidade da Região Central de Minas e matou 272 pessoas, além de causar expressivo dano socioambiental.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Senadora diz que Ciro Gomes ‘vai responder na Justiça’ por ofensas: ‘Misoginia e machismo’

A senadora Janaína Farias (PT-CE), suplente do ministro da Educação, Camilo Santana, disse que vai processar o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT). O pedetista disse em entrevista que a parlamentar prestou serviços de "harém" ao ministro, rival político dele no Estado. Para Janaína, fala é "lamentável" e Ciro vai "responder por mais esse absurdo

Manutenção de prisão de Brazão enfraquece Lira e afeta disputa por sucessão na Câmara

(FOLHAPRESS) - A decisão do plenário da Câmara de manter a prisão do deputado Chiquinho Brazão (sem partido-RJ) enfraquece Arthur Lira (PP-AL), fortalece o STF (Supremo Tribunal Federal) e embaralha ainda mais a disputa pela sucessão do comando da Casa, marcada para o início de 2025. Alguns dos principais aliados de Lira encabeçaram as articulações

Moraes é aprovado com notas altas em concurso para professor na USP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Alexandre de Moraes, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), foi aprovado nesta sexta-feira (12) para o cargo de professor titular da USP em um concurso que só teve uma novidade relevante para ele. Não era a faculdade, que Moraes ainda frequenta semanalmente como professor de direito constitucional. Tampouco a disposição