Samuel Jr. diz que dois deputados devem pedir vista de PL Millena Passos e adiar votação

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Samuel Jr. diz que dois deputados devem pedir vista de PL Millena Passos e adiar votação

Foto: Lula Bonfim / Bahia Notícias

O votação do projeto de lei Millena Passos, que pede penalidades administrativas para atos de discriminação em razão de orientação sexual e identidade de gênero deve ser adiada novamente (reveja aqui). O deputado Samuel Jr. (Republicanos) apontou que outros parlamentares devem pedir vista do PL, adiando a votação. 

“Eu, deputado Samuel Jr não vou pedir vista, vou votar contra mas não vou pedir. Mas não quer dizer que outro colega meu não vá pedir. Tem um acordo de liderança para inversão de pauta. Já vi uns dois [que irão pedir vista]. Eu e Jurailton vamos votar o projeto, mostrar nosso posicionamento”, revelou. Segundo apuração do Bahia Notícias, um dos deputados seria Capitão Alden (PL), que está presente na sessão de forma remota.

Samuel comentou que recebeu Onã Rudá, liderança do movimento LGBTQIA + em seu gabinete e reforçou seu posicionamento contrário ao PL. Mostrei meu posicionamento, que sou contra. Caso aconteça ajuste entre as bancadas de governo e oposição, não vou me manifestar, me caberia ainda um pedido de vista, mas vou continuar utilizando o regimento interno para continuar ajudando, com umas brechas, amadurecendo as discussões. De forma respeitosa. Tenho bom diálogo com Fabíola Mansur, vamos continuar avançando. Vou continuar dizendo que sou contra o projeto”, disse.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Tiago Nunes é demitido do Botafogo após levar empate de time boliviano nos acréscimos

O Botafogo anunciou nesta quinta-feira a demissão do técnico Tiago Nunes, um dia após o empate por 1 a 1 contra o Aurora na fase preliminar da Copa Libertadores. A decisão veio após uma reunião da diretoria, que também oficializou a venda do atacante Victor Sá para o Krasnodar, da Rússia, o que gerou descontentamento

São Paulo continuará pagando R$ 400 mil por mês a Daniel Alves mesmo após condenação; entenda

O jogador Daniel Alves, que recebeu a sentença de quatro anos e seis meses de prisão em regime fechado por agressão sexual na Espanha nesta quinta-feira, 22, deve continuar recebendo R$ 400 mil por mês do São Paulo Futebol Clube mesmo após a condenação. O jogador teve uma passagem pelo clube entre 2019 e 2021

Polícia francesa investiga PSG por suspeitas de irregularidades relacionadas a Neymar

A polícia francesa realizou buscas na sede do Paris Saint-Germain (PSG) em meados de fevereiro, em meio a suspeitas de irregularidades fiscais relacionadas à contratação do atacante brasileiro Neymar, em 2017. As informações foram reveladas por interlocutores do clube nesta quinta-feira, 22, ao jornal Le Monde e confirmada por autoridades. Em resposta, um porta-voz do PSG