Após indicar Ana Paula como vice, Ciro Gomes desembarca em Salvador na quinta

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Ciro Gomes (PDT) desembarca em Salvador nesta quinta-feira (11) pela primeira vez após indiciar a vice-prefeita Ana Paula Matos (PDT) como candidata a vice na chapa encabeçada por ele à Presidência da República. O presidenciável inicia uma jornada de atividades na capital baiana com uma visita à Basílica Santuário Senhor do Bonfim, onde tradicionalmente os candidatos baianos buscam amparo antes de iniciar as respectivas campanhas.

 

O pedetista tem mantido uma agenda constante na Bahia ao longo dos últimos meses. Na celebração da Independência do Brasil, no último dia 2 de julho, Ciro cumpriu agenda em Salvador e também no interior do estado. A aproximação com os baianos acabou evidenciada após a escolha de Ana Paula para compor a chapa com ele na corrida presidencial de 2022 (lembre aqui).

 

Nesta segunda (8), o prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), confirmou o voto dele na chapa liderada por Ciro, depois que a vice-prefeita foi alçada a condição de candidata a vice-presidente (lembre aqui). Há um esforço, inclusive, para que o entorno do candidato ao governo da Bahia do grupo político de Bruno, o ex-prefeito ACM Neto (União) participe da campanha do cearense. Até o momento, todavia, ACM Neto tem indicado distanciamento da corrida ao Palácio do Planalto.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

PF mira trama golpista em depoimento conjunto de Bolsonaro e outros 22

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) prestou depoimento na tarde desta quinta-feira (22) à Polícia Federal sobre os planos discutidos no fim de 2022 para um golpe de Estado contra a eleição de Lula (PT) à Presidência da República. O depoimento foi marcado para iniciar às 14h30. Ex-ministros, ex-assessores, militares e aliados

Bolsonaro pode ser preso se incitar crime durante ato no domingo na avenida Paulista

(FOLHAPRESS) - Jair Bolsonaro (PL) pode ser preso se fizer apologia ou incitação ao crime durante manifestação convocada por ele na avenida Paulista, em São Paulo, neste domingo (25), afirmam especialistas. Os profissionais, entretanto, divergem sobre se a mera convocação do ato já poderia ensejar uma prisão preventiva, uma vez que o ex-presidente é investigado

Lula escolhe novo juiz, e TRE-PR deve marcar data do julgamento de Moro

(FOLHAPRESS) - O presidente Lula (PT) escolheu o advogado José Rodrigo Sade para a cadeira de juiz do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Paraná, corte que julgará o senador Sergio Moro (União Brasil) em um processo com pedido de cassação movido pelo PT e pelo PL. A nomeação de Sade, que figurava em uma lista