EUA. Criança admite que matou mãe após inventar história sobre a morte

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Um menino, de 12 anos, admitiu que matou acidentalmente a mãe, no Alabama, Estados Unidos, depois de inventar uma história sobre a sua morte, segundo revelou, nesta segunda-feira, a polícia americana.

Num comunicado inicialmente divulgado, o Gabinete do Xerife do Condado de Jefferson revelou que uma mulher, de 29 anos, tinha sido encontrada morta numa residência, no sábado. Na altura, a polícia indicava que um homem tinha sido visto “fugindo da residência pouco antes de ser feita a chamada para o 911 [número de emergência]” e pedia a ajuda da população para obter informações sobre o sucedido.

Contudo, nesta segunda-feira, a polícia revelou novos detalhes sobre o caso, após descobrir o verdadeiro motivo que levou à morte de Ayobiyi Cook, de 29 anos.

“Após a investigação, os inspetores determinaram que o filho de 12 anos da vítima disparou involuntariamente uma arma de fogo atingindo a  mãe e causando a sua morte”, lê-se numa nova nota.

Segundo as autoridades, “a criança originalmente inventou uma história que os investigadores determinaram que não era possível”.

A criança acabou dando “um relato verdadeiro do que aconteceu” e as evidências no local “sustentam que o tiro não foi intencional”.

“O crime será tratado pelo sistema do Tribunal de Família. A família tem cooperado durante todo o processo e a criança permanecerá com eles”, acrescenta a polícia, que lamenta esta “tragédia”. 

 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Governo Milei não discrimina estudantes brasileiros, diz embaixador na Argentina

BUENOS AIRES, ARGENTINA, E SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O embaixador do Brasil na Argentina, Julio Bitelli, afirma que não há discriminação contra brasileiros por parte do governo de Javier Milei, diante de relatos que indicam que o país estaria sendo mais rígido nos últimos meses e barrando estudantes que tentam entrar sem visto. Ainda

Pais são presos por forçar criança de 12 anos casar por 3.000€ na Espanha

A Guardia Civil espanhola deteve a mãe e o padrasto de uma adolescente, de 12 anos, de Malagón, que ia ser obrigada a casar em troca de 3.000 euros (cerca de R$ 17 mil), em Granada, na Espanha. Em comunicado, esta segunda-feira (26), a Guardia Civil revela que a operação teve início no final do

Em Washington, militar se incendeia em frente à Embaixada de Israel

O homem que se incendiou em frente à embaixada de Israel em Washington, nos Estados Unidos, no domingo (26), faleceu em decorrência das queimaduras, segundo a i24 News. A identidade da vítima foi confirmada como Aaron Bushnell, membro da Força Aérea norte-americana. Um vídeo do incidente mostra Bushnell, vestido de uniforme, se aproximando do portão